3 eventos ao vivo
Logo do São Paulo
Foto: Marcos Bezerra / Futura Press

São Paulo

Após 11 jogos no Brasileirão, Dorival tem retrospecto melhor do que Ceni

Atual treinador do São Paulo atingiu o mesmo número de partidas de seu antecessor na competição, com aproveitamento melhor. A quantidade de gols sofridos, porém, dobrou

10 set 2017
06h04
atualizado às 07h34
  • separator
  • comentários

O empate em 2 a 2 com a Ponte Preta marcou o 11º jogo de Dorival Junior no comando do São Paulo no Brasileirão. Esse número é significativo pois trata-se da mesma quantidade de partidas que Rogério Ceni dirigiu o time no campeonato. O aproveitamento dos dois treinadores é bem parecido, com vantagem para o atual comandante.

Embora pareça que Dorival defenda um retrospecto pior do que seu antecessor, os números dizem o contrário. Foram três vitórias, quatro empates e quatro derrotas, o que resulta em um aproveitamento de 39,4% dos pontos disputados.

Já Ceni conquistou três vitórias, dois empates e foi derrotado seis vezes, aproveitamento de 33,3% dos pontos que disputou, o que representa um ponto somado por partida.

No entanto, o que chama muito a atenção é o número de gols sofridos pelo São Paulo sob o comando de Dorival Junior. Em onze jogos, a equipe sofreu 21 gols, média de 1,91 por partida, ou seja, quase dois gols por duelo, exatamente o que o ocorreu contra a Ponte.

Com Rogério Ceni, o time sofreu 11 gols em 11 jogos, um por jogo, quase a metade do que tem sofrido atualmente. Naquele momento, a defesa passa por uma fase melhor do que atual, porém em situações bem distintas da competição.

O número de tentos marcados é maior com Dorival, foram 18 contra dez do último treinador, o que acaba sendo ofuscado pela enorme quantidade de gols sofridos.

Vale lembrar que entre a saída de Rogério e a chegada de Dorival, Pintado comandou o time em um jogo pelo Brasileirão, na derrota para o Santos por 3 a 2, na Vila Belmiro.

O número de pontos conquistados por Rogério e Dorival no Brasileirão são parecidos, porém com uma defesa tão fragilizada, superar as dificuldades parece estar sendo bem mais difícil para o atual treinador.

No Brasileirão, Dorival é melhor do que Ceni (Imagens: Jales Valquer/Fotoarena/Lancepress! e Reprodução/LANCE!TV)
No Brasileirão, Dorival é melhor do que Ceni (Imagens: Jales Valquer/Fotoarena/Lancepress! e Reprodução/LANCE!TV)
Foto: LANCE!
LANCE!

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade