3 eventos ao vivo

Apesar de problemas extracampo de Cazares, Sette Câmara diz que deseja renovar o contrato do meia

O presidente do alvinegro teceu elogios ao jogador e mesmo com polêmicas do equatoriano, parece ainda gozar de prestígio no Galo

23 jun 2020
20h02
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

O Atlético-MG pode "perdoar" as polêmicas recentes do meia Cazares, para contar com o jogador por mais tempo no elenco alvinegro. A ideia é tentar renovar o acordo do atleta, que se encerra no fim deste ano.

O contrato de Cazares se encerra no fim de 2020- (Foto: Bruno Cantini / Atletico)
O contrato de Cazares se encerra no fim de 2020- (Foto: Bruno Cantini / Atletico)
Foto: Lance!

Pelo menos é a intenção do presidente Sérgio Sette Câmara, que falou em tom mais ameno, tecendo elogios ao equatoriano, de 27 anos. Cazares vem colecionando confusões em 2020. Ele foi pego furando a quarentena ao jogar bola com amigos em Santa Luzia, declarou predileção pelo Corinthians e até o seu empresário reforçou o arranhamento da imagem do jogador no Galo afirmando que ele não seguirá no clube.

- O Cazares é um talento, um jogador diferente, que tem uma visão de jogo muito grande. Como ele mesmo já falou no passado, as pessoas se dirigem a ele dizendo que ele nasceu pra jogar futebol. Ele precisa ter a cabeça no lugar, porque acho que ele tem um futuro ainda brilhante. Não é menino, mas é um jogador ainda jovem, que tem mais uns 10 anos de futebol pela frente, mas ele tem que se cuidar. Tem que se cuidar do ponto de vista físico e mental - disse em entrevista à TV Globo.

O dirigente acredita que o argentino Jorge Sampaoli poderá dar um "jeito" em Cazares. Os dois ainda não tiveram uma convivência prolongada, já que o jogador foi diagnosticado com a Covid-19 e está afastado do elenco há de 20 dias.

- Acredito que o Sampaoli possa vir a aproveitá-lo bem dentro do que ele está preparando, mas ele vai ter que se enquadrar, porque, entre os treinadores que o Atlético teve, ele sem dúvida é o treinador com o pulso mais firme. Jogador com ele, se não tiver uma obediência tática e for uma pessoa que tenha uma conduta tranquila fora de campo, não vai jogar. Espero que o Cazares se enquadre nessa condição e que ele possa trazer pra gente muitas alegrias - completou.
O tom mais conciliador de Sette Câmara contrasta com os últimos acontecimentos em relação ao jogador. A direção do clube não estava mais se posicionando publicamente de forma positiva sobre o meia. As rusgas se iniciaram ainda em janeiro, quando houve uma proposta para Cazares ir jogar nos Emirados Árabes, que foi recusada pelo Galo.

A pressa em solucionar a situação do meia é grande, pois a partir do mês que vem, o jogador poderá assinar com outra equipe um pré-contrato e sair de graça do Atlético. Cazares está no Atlético-MG desde 2016, entrando em campo 204 jogos, marcando 41 gols , além de dar 46 assistências.

Veja também:

Veja as principais revelações que saíram do CT do São Paulo
Lance!
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade