1 evento ao vivo

Ao L!, Cristiane, do Santos, avalia momento do futebol feminino brasileiro: 'Visibilidade em cima'

Atleta firmou parceria com a empresa de apostas esportivas Betmotion: 'Orgulhosa e feliz com essa conquista'

19 out 2020
16h13
atualizado às 16h15
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator
Cristiane está na sua terceira passagem pelas Serias da Vila (Foto: Pedro Ernesto Guerra Azevedo/Santos FC)
Cristiane está na sua terceira passagem pelas Serias da Vila (Foto: Pedro Ernesto Guerra Azevedo/Santos FC)
Foto: Lance!

Grande referência no futebol feminino brasileiro e de volta ao Santos desde o início desta temporada, a atacante Cristiane assinou uma parceria comercial com a Betmotion, empresa de apostas esportivas. Ao L!, a atleta falou sobre a importância que a assinatura desse contrato tem não só para ela, mas como para a modalidade como um todo.

- Eu tinha sonhos no início da minha carreira de conseguir alcançar metas. Principalmente dentro da modalidade que sempre teve muita dificuldade em termos estruturais, em termos de visibilidade. Então eu tinha vontade de fechar contrato com grandes empresas. Mas pensava se um dia aconteceria. Eu vivi tanto dentro da modalidade, da Seleção, e mesmo com conquistas anteriores de medalhas olímpicas e recordes pessoais, eu não via acontecer e ficava chateada - disse Cris à reportagem.

- Eu ia pra fora e via o que acontecia com as atletas em seus países e a visibilidade e pensava 'caramba, por que a gente não consegue ter isso no Brasil?' Eu fui conseguir as coisas na minha carreira aos 35 anos, após a Copa do Mundo. Eu tô muito feliz da Betmotion ter olhado para mim pela atleta que eu sou, os títulos que eu tenho, mas em termos pessoais, de comunicação, ser referência para as atletas, estou orgulhosa e feliz por essa conquista - acrescentou.

(Foto: Divulgação/Betmotion
(Foto: Divulgação/Betmotion
Foto: Lance!

Para a atacante, o momento atual do futebol feminino é de grande valorização, fruto de conquistas obtidas pelas jogadoras que hoje são mais experientes ou até mesmo se aposentaram do esporte.

- Eu brinco com as meninas que hoje elas comem picanha. Roemos o osso. A minha geração anterior nada, na verdade, né? Elas têm uma visibilidade em cima da modalidade, os clubes de camisa, se tem praticamente quase todo mundo, de ter as equipes femininas. Vi como isso tem melhorado - celebrou Cristiane.

Aos 35 anos, sendo mais de 20 dedicados ao futebol, com títulos pan-americanos, Copa América, Libertadores, Liga dos Campeões, além de cinco mundiais e quatro Olimpíadas na bagagem, a atacante ainda não pensa em aposentadoria, ainda que esteja em um clube que possui muito carinho como o Peixe. Além da atual passagem, a jogadora havia defendido as Sereias da Vila em 2009 e retornado no ano seguinte, após breve passagem pelo Chicago Red Stars, dos Estados Unidos, permanecendo até 2011.

- Eu tenho uma história dentro do Santos, tá marcado no clube, não tem como alguém apagar. Está lá dentro as conquistas, artilharias, tudo que a gente tem criado. Tenho carinho pelos clubes que eu passo. Independente se for uma passagem não tão positiva quanto eu gostaria, mas a gente tira algo bacana. Não penso encerrar a carreira ainda, acho que tenho lenha pra queimar, bastante coisa pra acontecer. Tenho essa admiração e carinho pelo Santos, mas a princípio não penso em parar, não - pontuou a Sereia.

Desde a sua terceira passagem pelo Alvinegro, Cristiane já fez nove jogos e cinco gols. O time feminino do Santos está na vice-liderança do Brasileirão da categoria, atrás apenas do Corinthians.

Veja também:

Veja imagens do espetacular novo CT do Liverpool
Lance!
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade