4 eventos ao vivo

Aniversariante, Moreno faz segundo gol no Maraca, mas não evita derrota

Bolivianos perderam para a seleção peruana de virada, mas o camisa 9 fez o gol de honra do time de Eduardo Villegas

18 jun 2019
20h53
  • separator
  • 0
  • comentários

A Bolívia até tentou ser mais ofensiva, mas encontrou pela frente a seleção do Peru embalada pelo ritmo da torcida, que fez barulho no Maracanã. O placar de 3 a 1, no entanto, marcou o fim do jejum de gols da equipe, que já durava quatro partidas. O autor foi o aniversariante da noite e grande conhecido do futebol brasileiro: Marcelo Moreno.

Bolívia x Peru - Comemoração
Bolívia x Peru - Comemoração
Foto: Mauro PIMENTEL / AFP / Lance!

Moreno tinha apenas um gol no Maracanã, marcado pelo Cruzeiro contra o Fluminense, em setembro de 2014. Na apagada passagem pelo Flamengo, ele não conseguiu balançar as redes no estádio. Paolo Guerrero, o camisa 9 do Peru, foi mais feliz. Agora, ele soma 13 gols, sendo um deles ainda pelo Corinthians.

O atacante é considerado um ídolo no futebol boliviano. No intervalo, inclusive, os torcedores da seleção - em menor número no Maracanã -, levantaram uma grande faixa de feliz aniversário e soltaram balões com os números do ano de nascimento do jogador, 1987. Durante o jogo, ele tentou animar os companheiros nos momentos mais complicados e chegou a conversar com a comissão técnica em alguns momentos.
O técnico Eduardo Villegas comentou, em entrevista coletiva na prévia do duelo, que a equipe tentaria ter uma postura mais ofensiva. O que se viu foi realmente uma tentativa, mas a falta de qualidade não deixou que os bolivianos sonhassem mais. Os peruanos foram superiores durante toda partida e o goleiro Lampe foi o destaque do jogo.

Moreno, como já tinha sido visto em confrontos anteriores, ficou isolado em boa parte do tempo e tentou se movimentar pela extensão do gramado para tentar ajudar na construção das jogadas. De acordo com números do "Footstats", o camisa 9 deu um desarme certo, sofreu duas faltas e finalizou apenas uma vez. Ele ainda deu 18 passes certos e nove errados.

Com duas derrotas, a Bolívia fica pelo caminho ainda na primeira fase da Copa América. A última partida será contra a Venezuela, no sábado, às 16h.

Lance!
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade