4 eventos ao vivo

Jardine deixa São Paulo e assume Seleção Brasileira Sub-20

Técnico de 39 anos estava de férias desde que foi tirado do cargo na equipe principal e assinou nesta quarta-feira com a CBF. Ele foi muito bem na base do Tricolor

3 abr 2019
20h46
atualizado às 20h56
  • separator
  • 7
  • comentários

André Jardine deixou o São Paulo e será o novo técnico da Seleção Brasileira sub-20, além de ser figura central do planejamento elaborado por Rogério Caboclo, presidente eleito da CBF, para as equipes de base brasileiras. O contrato foi assinado na tarde desta quarta-feira e o acordo foi anunciado à noite. O cargo era ocupado anteriormente por Carlos Amadeu, demitido após o fracasso no Sul-Americano, em janeiro.

André Jardine assinou contrato com a CBF nesta quarta - FOTO: Lucas Figueiredo/CBF
André Jardine assinou contrato com a CBF nesta quarta - FOTO: Lucas Figueiredo/CBF
Foto: LANCE!

Jardine estava fora de cena no São Paulo desde 14 de fevereiro, dia seguinte à eliminação diante do Talleres (ARG) na Libertadores. Naquela ocasião, ele foi tirado do cargo de treinador da equipe principal e ganhou férias. O clube pretendia encontrar uma nova função para ele, mas logo apareceu a chance de ir para a CBF, que acabou se concretizando agora.

Na base, Jardine soma 33 títulos, entre eles o bicampeonato da Copa do Brasil Sub-20 dos anos de 2015 e 2016 (ambos de forma invicta) e a Libertadores Sub-20 de 2016, todos estes pelo São Paulo.

Segundo a CBF, André Jardine fará parte de um trabalho inédito na base da Seleção Brasileira, que resulta na convocação de atletas Sub-16, Sub-18 e Sub-19, além das categorias oficiais, Sub-15, Sub-17 e Sub-20. A ideia é monitorar ao máximo os jovens atletas do futebol brasileiro.

Lance!
  • separator
  • 7
  • comentários
publicidade