PUBLICIDADE

América-MG bate o Cruzeiro outra vez e vai decidir o Mineiro

O Coelho não deu chances para a Raposa e volta a decidir o Estadual depois de cinco anos

9 mai 2021 18h05
| atualizado às 18h15
ver comentários
Publicidade

O América-MG venceu novamente o Cruzeiro,desta vez por 3 a 1, com dois gols de Rodolfo, ambos de pênalti, um de Ramon, que garantiu o Coelho na final do Campeonato Mineiro contra o Atlético-MG. Matheus Barbosa marcou o tento celeste.

Foi a terceira vitória americana em três jogos contra a Raposa em 2021, sendo duas nas semifinais. O time de Lisca confirmou o favoritismo no confronto e se impôs nos dois jogos e agora tenta voltar a vencer o campeonato após cinco anos longe da decisão.

Para o Cruzeiro, que esteve fora das finais em 2020, o tempo vago até a estreia na Série B, dia 29 de maio, será de ajustes, enquanto para o Coelho, além do título, se mostra em evolução consistente para começar bem a Série B.

América-MG bate o Cruzeiro outra vez e vai decidir o Mineiro
América-MG bate o Cruzeiro outra vez e vai decidir o Mineiro
Foto: Gledston Tavares / Estadão Conteúdo

A decisão de Minas começa no dia 16 de maio, domingo, e o segundo jogo, será em 23 de maio, com Coelho e Galo lutando pela supremacia no estado.

América-MG amplia vantagem logo de cara

O gol de Rodolfo, no fim do primeiro tempo, deixou a missão do Cruzeiro ainda mais complicada. O Coelho foi melhor na etapa inicial , permitindo pouco espaço para os avanços celestes, que precisava de gols para avançar às finais.

Matheus Barbosa dá uma esperança ao torcedor celeste

O empate, com o gol marcado pelo volante cruzeirense, tornava a missão mais acessível, precisando de mais dois gols. Porém, as esperanças celestes durou poucos minutos.

VAR revisa o lance e "confirma" o América na final

Em um lance revisado pelo VAR, a arbitragem marca a penalidade para o Coelho Rodolfo coloca outra bola nas redes de Fábio e encaminhou a vaga na final Mineira depois de cinco anos.

Coelho segue melhor , mata o jogo e Cruzeiro demora a mexer

Precisando do resultado, Felipe Conceição optou por fazer mexidas na equipe na parte final do jogo, quando o resultado já estava quase impossível para o time azul. O treinador cruzeirense demorou em acionar o banco de reservas. Com a "colaboração" da Raposa, o América ia de vento em popa para se garantir na final do Estadual, contra o Galo.Ramon, no fim do jogo, encerrou o placar e a classificação.

Para o Coelho, a volta a uma decisão. Na Raposa, preparação para Série B e Copa do Brasil

A temporada do América ganha novos contornos com a chegada na decisão mineira e a evolução nítida do time na hora certa, o que pode refletir de forma positiva na Série A do Brasileiro e Copa do Brasil.

Já no Cruzeiro, que só volta a campo no fim de maio, será tempo para corrigir defeitos e entrar forte na Série B, sua maior meta do ano. Foi um Mineiro honesto da Raposa, que voltou a ser protagonista nas semifinais.

FICHA TÉCNICA DA PARTIDA

AMÉRICA-MG 3 X 1 CRUZEIRO

Data: 9 de maio de 2021

Horário: 16h (de Brasília)

Local: Independência, Belo Horizonte (MG)

Árbitro: Felipe Fernandes de Lima

Assistentes: Felipe Alan da Costa Oliveira e Ricardo Junio de Souza

VAR: Emerson de Almeida Ferreira

Cartões amarelos: Rodolfo(AME), Bruno Nazário (AME), Diego Ferreira (AME), Eduardo Bauermann (AME), Ramon (CRU), Adriano (CRU), Ademir (AME)

Cartões vermelhos:

Gols: Rodolfo (pênalti), aos 47'-1ºT(1-0)Matheus Barbosa, aos 17'-2ºT(1-1), Rodolfo (pênalti), aos 26'-2ºT(2-1), Ramon, aos 50'-2ºT(3-1)

AMÉRICA-MG (Técnico: Cauan de Almeida)

Matheus Cavichioli; Diego Ferreira, Eduardo Bauermann, Anderson e João Paulo; Zé Ricardo, Juninho (Juninho Valoura, aos 45'-2º T), Alê (Eduardo, aos 45'-2 ºT), Bruno Nazário (Ribamar, aos 15'-2ºT) e Felipe Azevedo (Ramon, aos 15'-2ºT); Rodolfo (Ademir, aos 33'-2ºT).

CRUZEIRO (Técnico: Felipe Conceição)

Fábio; Raúl Cáceres, Weverton, Ramon e Matheus Pereira; Adriano (Claudinho, aos 41'-2ºT), Matheus Barbosa (Marcinho, aos 31'-2ºT) e Rômulo (Guilherme Bissoli-intervalo); Airton (Stênio, aos 31'-2ºT), Bruno José (Felipe Augusto, aos 41'-2ºT) e Rafael Sobis.

 

Lance!
Publicidade
Publicidade