1 evento ao vivo

Administração do futebol no Coritiba passa por grande mudança

Clube decide por descentralizar decisões no departamento em meio a "batalha" enfrentada para escapar do rebaixamento no Brasileirão

13 jan 2021
16h41
atualizado às 17h33
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

Em meio a campanha bastante ruim no Brasileirão e iniciando uma nova gestão sob o comando do presidente Renato Follador, o Coritiba tem feito uma verdadeira "revolução" não apenas de nomes, mas também na forma de administrar o futebol do clube.

Centro de Treinamento do Coritiba (Divulgação/Coritiba)
Centro de Treinamento do Coritiba (Divulgação/Coritiba)
Foto: Lance!

Agora, ao invés de existir uma figura centralizadora de decisões relacionadas ao futebol como era o caso de Paulo Pelaipe, a ideia é fazer uma divisão de trabalhos concentrada em três nomes: Paulo Thomaz de Aquino, Rodrigo Pignataro e Thiago Gasparino.

Dos citados, o único que já conhece bem os bastidores do Coxa é Paulo Thomaz. Na época em que Vilson Ribeiro de Andrade era o presidente do clube, entre 2014 e 2017, Paulo foi o seu vice-presidente. Agora, a ideia é novamente dar um cargo de maior foco na parte administrativa com a gerência de preparação esportiva.

Os outros dois nomes citados chegam com a expertise de terem realizado bons trabalhos no que se refere a observação e captação de novos talentos além de todo o processo de formação de atletas. Enquanto Pignataro tem larga experiência no período mais bem sucedido da história da Chapecoense, Gasparino acumulou seus conhecimentos usando a estrutura justamente do grande rival, o Athletico.

Apesar dessas medidas, existirá uma figura de ligação entre os executivos citados e a área da presidência que ficará sob a tutela do CEO José Carlos Brunoro. Algo que, segundo informação do portal 'ge', se traduzirá em atuação tanto gerencial como também em decisões práticas que envolvam o futebol.

Veja também:

Veja onde estão 24 andarilhos no futebol brasileiro
Lance!
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade