1 evento ao vivo
Logo do Fluminense
Foto: terra

Fluminense

Abel supera desfalques, improvisa e elogia eficácia: 'Tem que ser objetivo'

Técnico do Fluminense lamenta lesões dos zagueiros, brinca com Orejuela na defesa e comemora estratégia em vitória sobre o Coxa fora de casa: 'Marcamos e atacamos bem'

16 jul 2017
21h39
atualizado às 21h39
  • separator
  • comentários

Sem poder contar com os 'cascudos' Henrique e Henrique Dourado, além do atacante Wellington, Abel Braga precisou mudar a estratégia para enfrentar o Coritiba fora de casa. E deu certo: mesmo com menos posse de bola e finalizações, o Fluminense fez dois no primeiro tempo e se fechou até o final. Apesar da falha defensiva no gol de Henrique Almeida, o treinador gostou da atuação.

- Nós poderíamos ter liquidado o jogo. Sofremos o gol de escanteio do Coritiba mesmo com a bola perto do chão. Não ficamos um jogo sem dar um presente ao adversário. Mas futebol é assim, tem que ser objetivo. Marcamos e conseguimos atacar bem - disse Abelão na coletiva de imprensa.

O treinador ainda lamentou a situação dos zagueiros do elenco e admitiu preocupação para a próxima partida. Além de Renato Chaves e Gum, que se recuperam de lesão, os jovens Reginaldo e Nogueira podem perder as próximas partidas. No entanto, a entrega de Orejuela na posição foi digna de elogios.

- Dentro das possibilidades, fomos bem. Nós temos um elenco com seis zagueiros e mau teremos dois para o próximo jogo. Sorbe o Orejuela, se saiu bem. Acho até que se saiu melhor de zagueiro do que de volante - brincou

LANCE!

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade