2 eventos ao vivo
Logo do Fluminense
Foto: terra

Fluminense

Abad: 'Flu quer saber por que está envolvido nesse tipo de suspeição'

Fluminense divulga vídeo nas redes sociais e presidente Pedro Abad afirma que clube das Laranjeiras não foi procurado pelas autoridades e que irá se defender "custe o que custar"

14 set 2017
10h07
atualizado às 10h37
  • separator
  • comentários

Em tom firme, o presidente Pedro Abad se manifestou pela primeira vez sobre as investigações da Polícia Civil e Ministério Público do Rio de Janeiro que indicaram que o Giulite Coutinho, estádio usado pelo Flu em 2016, foi liberado após o pagamento de propinas ao Corpo de Bombeiros. Abad disse que o clube, em nenhum momento, foi procurado pelas autoridades e que a gestão "vai atrás de defender e limpar o nome do Fluminense, custe o que custar".

Confira o pronunciamento completo do presidente Pedro Abad abaixo:

Pedro Abad, presidente do Fluminense, saiu em defesa do clube: "Isso é um absurdo" (Foto: Nelson Perez/F.F.C.)
Pedro Abad, presidente do Fluminense, saiu em defesa do clube: "Isso é um absurdo" (Foto: Nelson Perez/F.F.C.)
Foto: LANCE!

A operação Ingenium começou a cumprir mandados de busca e apreensão e de prisão na terça-feira. Foram 36 presos até o momento, entre oficiais e membros do Corpo de Bombeiros suspeitos de cobrar propina para emitirem alvará para estabelecimentos comerciais, entre eles o Estádio Giulite Coutinho, do América.

Os responsáveis pelas investigações e operação, como o MPRJ, Polícia Civil e Corregedoria Geral Unificada, não divulgaram quem teria pago as propinas.

Abaixo, o pronunciamento completo de Pedro Abad, presidente do Fluminense:

Torcedor tricolor hoje eu estou aqui para falar com vocês sobre esse sensacionalismo barato que está sendo feito com o nome do nosso clube acerca de possíveis irregularidades na concessão de licenças para que a gente jogasse em Edson Passos. Inicialmente eu quero dizer que o Fluminense nunca foi chamado para esclarecer nenhum fato nem nenhum documento. O Fluminense também não teve acesso a nada do que diz respeito a esse esquema de fraudes que vem sendo noticiado na imprensa.

O Fluminense não tem sequer como dizer nada acerca do que vem sendo investigado. Isso é um absurdo. Porque o Fluminense é uma instituição de 115 anos, que tem uma história linda no contexto esportivo e social do Brasil, e não pode, de forma alguma, ter seu nome colocado na imprensa - ou por autoridades - como suspeito de alguma coisa, sem que o Fluminense tenha sequer a chance de dizer o que está acontecendo.

O Fluminense não merece que o nome dele seja colocado na imprensa como ligado diretamente a falcatruas e irregularidades sem que se tenha o mínimo de provas acerca disso. Ninguém sabe o que aconteceu ali, a não ser a própria polícia. O Fluminense tem o direito de saber porque o nome dele está sendo envolvido nesse tipo de suspeição, e o Fluminense vai atrás dessas informações. O Fluminense nunca se recusou a colaborar com nenhuma autoridade em nenhum assunto.

O Fluminense preza pelo cumprimento da legislação, pelo cumprimento dos regulamentos, das normas e, principalmente, pela segurança e conforto do seu torcedor. Então, torcedor, o Fluminense vai atrás sobre o que está acontecendo nesse inquérito para poder se manifestar com muito mais segurança, acerca do que estão dizendo sobre o nosso clube. Você pode ter certeza que o Fluminense tem uma gestão séria, transparente e comprometida com a defesa do clube. Você pode contar que essa gestão vai atrás de defender e limpar o nome do Fluminense, custe o que custar.

LANCE!

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade