0

7 de agosto: O dia que marca o renascimento de Alan Ruschel para o futebol mundial

Sobrevivente no acidente aéreo da Chapecoense, o atleta voltava aos gramados em amistoso contra o Barcelona

7 ago 2020
15h23
atualizado às 15h23
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

Símbolo do renascimento da Chapecoense, Alan Ruschel tem um sentimento muito especial pelo dia 07 de agosto. Nessa mesma data, em 2017, o jogador ressurgiu para o futebol no Troféu Joan Gamper. Sobrevivente do acidente aéreo que vitimizou 71 pessoas, em 2016, o atleta entrou em campo pela primeira vez depois de recuperar-se das lesões causadas pela tragédia.

Divulgação/Chapecoense
Divulgação/Chapecoense
Foto: Lance!

Naquela oportunidade, a Chapecoense enfrentou a equipe do Barcelona e o duelo homenageou e reverenciou o renascimento do clube catarinense e do jogador para o futebol. Afinal, pouco mais de oito meses após o trágico acidente aéreo na Colômbia, Alan voltou aos gramados. O jogo aconteceu no Camp Nou para mais de 64 mil pessoas e vestindo a tradicional camisa de número 28, o gaúcho foi titular e capitão daquela equipe.

'Não há palavras para descrever esse dia. Todo ano eu me lembro, reflito, agradeço a Deus por todas as coisas boas que aconteceram comigo. Já se passaram três anos e toda vez é especial. Deixo aqui meu agradecimento a todos que torceram e torcem por mim. Tenham certeza que eu levo essas forças positivas para dentro de campo e busco sempre dar o meu melhor para a Chapecoense', afirma o capitão.

Seu retorno foi marcado por 36 minutos dentro das quatro linhas. A melhor chance do time catarinense aconteceu em uma cobrança de falta do jogador e, quando substituído, o brasileiro saiu ovacionado por todos os torcedores presentes. Após o fim da partida, o jogador da Chapecoense trocou sua camisa com o craque da Seleção Argentina e do Barcelona, Messi.

Veja também:

Resumão do Mercado - #2
Lance!
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade