0

Guarani vence Juventude e encerra jejum de dois meses

20 out 2017
21h50
  • separator
  • 0
  • comentários

Após nove jogos, o Guarani voltou a vencer na Série B do Campeonato Brasileiro. Nesta sexta-feira, o Bugre derrotou o Juventude pelo placar de 2 a 0, no estádio Brinco de Ouro da Princesa. Os dois gols da partida foram marcados por Caíque.

A partida, que abriu a 31ª rodada da Segunda Divisão, atrasou 20 minutos devido a um apagão antes de a bola começar a rolar. A vitória do Bugre encerra um jejum de dois meses sem vencer e coloca o Guarani na 14ª colocação com 38 pontos. Com a derrota, o Juventude emplaca quatro derrotas seguidas no torneio e permanece com 45 pontos na tabela.

O técnico Lisca teve o desfalque do atacante Bruno Mendes, expulso no confronto contra o ABC, mas contou com o retorno do meia Nazário. Com isso, o treinador adiantou Caíque para a posição de centroavante. Na chegada ao estádio, a delegação do Guarani foi recebida com muito protesto da torcida.

No Juventude, o técnico Gilmar Dal Pozzo teve o retorno do zagueiro Micael, que cumpriu suspensão automática na última rodada, e voltou a formar dupla de zaga com o companheiro Domingues. Sem o meia Leílson, suspenso pelo o terceiro cartão amarelo, o treinador optou por Felipe Lima na posição. Por opção técnica, o jovem Caprini entrou no lugar do jogador Yago.

O jogo: O Guarani entrou em campo com o uniforme totalmente verde, enquanto o Juventude estava de camisa, calção e meiões brancos. Faltando um minuto para iniciar partida, os refletores do estádio Brinco de Ouro apagaram, atrasando o início do jogo em 20 minutos.

O duelo começou com muita marcação e poucas oportunidades. Aos 10 minutos, o Guarani chegou com perigo ao gol. Após Salomão cobrar lateral na esquerda de ataque, o meia Richarlyson fez belo passe para Caíque, que recebeu dentro da área de costas para o gol. O atacante girou em cima da marcação e concluiu com força, mas a bola passou perto da trave direita de defesa do goleiro Matheus Cavichiolli.

Dois minutos depois, em contra-ataque rápido, Bruno Nazário entrou no campo adversário livre de marcação. O goleiro Matheus Cavichiolli deixou a meta para tentar impedir o avanço do jogador, mas Nazário passou pelo arqueiro e, com a meta vazia, finalizou para o gol de fora da área. Contudo, a bola passou lambendo a trave esquerda de ataque bugrina para desespero da torcida e lamentação do meia.

O Guarani começou a comandar as principais ações do jogo. Aos 25 minutos, o meia Richarlyson recebeu na esquerda e de muito longe arriscou um chute. A bola passou com muito perigo sob a meta do Bugre.

O gol do time da casa veio aos 33 minutos. Após cobrança de falta realizada no campo de defesa do Guarani, Richarlyson desviou de cabeça para trás e Fumagalli, também de cabeça, deu a assistência para Caíque concluir cruzado de primeira e balançar as redes no Brinco de Ouro.

A resposta do Juventude veio no lance seguinte. Em cobrança de falta, Felipe Lima mandou direto para o gol e obrigou o goleiro Leandro Santos a espalmar a bola para escanteio. O time gaúcho não conseguiu se impor durante a primeira etapa e o domínio foi totalmente da equipe de Campinas.

Após muito tempo, os jogadores do Guarani foram para o intervalo recebendo aplausos da torcida bugrina.

Segundo tempo: O Juventude voltou do vestiário com uma alteração na equipe. O técnico Gilmar Dal Pozzo tirou Caprini e colocou Yago. O Guarani voltou ao gramado para a segunda etapa sem alterações.

Logo no primeiro minuto de jogo, o Guarani conquistou um escanteio. Na cobrança, Fumagalli cobrou em curva e com a ajuda do vento quase marcou um gol olímpico, mas a bola bateu na parte superior da rede.

O Bugre recuou a marcação na segunda etapa e apostou nos contra-ataques para tentar matar a partida. Tal postura acabou chamando muito o Juventude para o campo bugrino.

Em bela jogada, aos 14 minutos, Yago tocou para Wesley Natã, que arriscou um chute forte de fora da área, mas o goleiro Leandro Santos saltou para espalmar a bola. No rebote, Domingues finalizou alto, longe da meta.

Após o susto, o Guarani voltou a atacar. O lateral Tinga perdeu a bola no meio de campo para Fumagalli, que iniciou um contra-ataque rápido pela direita. O meia Bruno Nazário recebeu e entrou na área ficando cara-a-cara com o goleiro Matheus, mas concluiu em cima do arqueiro. Na sequência, a zaga do Juventude afastou o perigo.

Dois minutos depois, Salomão cruzou para Bruno Nazário. O meia dominou dentro da área, se livrou da marcação e chutou cruzado, mas a bola explodiu na trave. Em outro ataque, Caíque tocou para Lenon na direita da área, o lateral finalizou cruzado, mas a defesa do time gaúcho salvou.

Depois de lançamento para a área, em disputa pelo alto, o lateral Bruno Collaço fez uma carga nas costas do meia Bruno Nazário, mas o árbitro mandou o lance seguir e não marcou a penalidade máxima.

Aos 33 minutos, Bruno Nazário recebeu na direita, tocou para a entrada da área, Baraka deixou a bola passar, e Betinho chegou concluindo de primeira. A bola ainda desviou no meio do caminho e passou com muito perigo perto do gol.

O Guarani selou a vitória aos 43 minutos do segundo tempo. Após falha do zagueiro Micael, o atacante Caíque recuperou, carregou e, antes de ficar cara-a-cara com o goleiro Matheus, chutou com perfeição para marcar o segundo gol do Bugre.

Os dois times voltam a campo na 32ª rodada da Série B. Na terça-feira, às 19h15 (de Brasília), o Juventude recebe o Náutico, no estádio Alfredo Jaconi, em Caxias do Sul (RS). O Guarani terá uma semana de descanso e só retorna aos gramados no próximo sábado, dia 28 de outubro, às 19h (de Brasília), contra o Goiás, no estádio Serra Dourada, em Goiânia (GO).

FICHA TÉCNICA

GUARANI 2 X 0 JUVENTUDE

Local: Estádio Brinco de Ouro da Princesa, em Campinas (SP)

Data: 20 de outubro de 2017, sexta-feira

Horário: 19h15 (de Brasília)

Árbitro: Sávio Pereira Sampaio - DF

Assistentes: José Reinaldo Nascimento Junior (DF) e Daniel Henrique da Silva Andrade (DF)

Público: 2.444

Renda: R$ 20.481,00

Cartões amarelos: Betinho, Fumagalli (Guarani) e Lucas, Caprini, Domingues (Juventude)

GOLS Guarani: Caíque, aos 33 minutos do primeiro tempo e aos 43 minutos do segundo tempo

GUARANI: Leandro Santos; Lenon, Ewerton Páscoa, Diego Jussani e Salomão; Baraka, Betinho, Richarlyson, Fumagalli (Pablo) e Nazário (Juninho); Caíque (Elias).

Técnico: Lisca

JUVENTUDE: Matheus Cavichiolli; Tinga (Bruno Ribeiro), Micael, Domingues e Bruno Collaço; Lucas, Fahel, Felipe Lima (Ramon), Caprini (Yago) e Wesley Natã; Tiago Marques.

Técnico: Gilmar Dal Pozzo

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade