0
Logo do Jogos Pan-Americanos
Foto: terra

Jogos Pan-Americanos

“Estou no caminho certo”, diz mesatenista após título e vaga em 2016

26 jul 2015
11h12
  • separator
  • comentários

Com uma vitória sobre o compatriota Gustavo Tsuboi, o brasileiro Hugo Calderano conquistou o título dos Jogos Pan-Americanos de Toronto na noite de sábado. O feito ainda garantiu ao atleta de 19 anos a classificação às Olimpíadas do Rio de Janeiro 2016.

"Estou treinando entre os melhores do mundo, disputando a Liga Alemã e os grandes eventos internacionais. Acho que estou no caminho certo. Sei que vou chegar aonde quero", afirmou Calderano, que defende o alemão Liebherr Ochsenhausen e vive no país desde agosto do ano passado.

Além do jovem prodígio, o Brasil ainda pode classificar mais um atleta para o torneio individual dos Jogos do Rio de Janeiro por meio do Pré-Olímpico latino-americano, marcado para abril de 2016. Como sede, o país já tem vaga assegurada no evento por equipes.

Na final em Toronto, Calderano venceu Tsuboi por 4 sets a 3, parciais de 11/6, 6/11, 4/11, 11/7, 13/11, 9/11 e 11/2. "Foi um jogo muito difícil. Já tínhamos nos enfrentado várias vezes, com vitórias para os dois lados. Acho que foi a partida mais importante que fizemos, fiquei muito feliz", disse.Com o título, Calderano quebrou um jejum de mais de 20 anos do Brasil no torneio individual de tênis de mesa pan-americano. O País não era campeão desde a edição de Mar del Plata 1995, quando Hugo Hoyama, atual técnico da equipe feminina, venceu na decisão o compatriota Claudio Kano.

"Não tenho palavras para descrever o que estou sentindo. Com 19 anos, já conquistar duas medalhas de ouro no meu primeiro Pan. É uma sensação incrível", disse Calderano, que também participou do título por equipes conquistado em Toronto.

No total, o Brasil ganhou sete medalhas no Canadá, um recorde. Campeões por equipes, Hugo Calderano (ouro), Gustavo Tsuboi (prata) e Thiago Monteiro (bronze) dominaram o evento individual. No feminino, além do vice por equipes, Lin Gui (prata) e Caroline Kumahara (bronze) também conseguiram pódios individuais.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade