PUBLICIDADE

Medalhas e tretas: skate street cai nas graças do brasileiro

Competição empolgou o público nas redes sociais e repercutiu com memes, desavenças e pódios para a delegação do Brasil

27 jul 2021 14h07
| atualizado às 14h10
ver comentários
Publicidade

Além de trazer medalhas e um desempenho muito bom para o Brasil tanto no feminino quanto no masculino, com duas medalhas de prata conquistadas por Kelvin Hoefler e Rayssa Leal, o skate street nos Jogos Olímpicos entregou muito mais do que isso.

Teve meme com Charlie Brown Jr., polêmica, muita fofoca envolvendo os atletas da Confederação de Skate e ainda reiteradas demonstrações de um verdadeiro espírito esportivo por parte dos atletas.

Como já havíamos adiantado, o skate era uma das maiores esperanças de medalha para a nossa delegação, com muitos atletas do nosso país muito bem colocados no ranking mundial da modalidade.

Kelvin Hoefler e Rayssa Leal conquistaram medalhas de prata.
Kelvin Hoefler e Rayssa Leal conquistaram medalhas de prata.
Foto: Lucy Nicholson / Reuters

E logo na disputa do masculino, tivemos um excelente desempenho de Kelvin Hoefler, que demonstrou muita serenidade e habilidade para garantir a prata para o Brasil.

Com manobras sofisticadas e a tranquilidade tipicamente tupiniquins, Hoefler conseguiu  ficar a frente inclusive de um dos favoritos, o americano Jagger Eaton, que também foi chamado de Felipe Dylon da Califórnia durante a transmissão e que conquistou a medalha de bronze.

Mas nem tudo foram rosas para o nosso atleta prateado. Logo após seu feito, um fato chamou a atenção: a também skatista Leticia Bufoni simplesmente ignorou a conquista do atleta em sua rede social, dando mais atenção inclusive para o japonês que foi medalhista de ouro

Os pais do atleta também criticaram a confederação. "Será que vocês agora vão respeitar o nosso filho ou vão continuar menosprezando ele? É nítido o que vocês estão fazendo, esta medalha de prata representa todo esforço e dedicação dele. Vocês deveriam ser menos imparciais. É uma vergonha o que vocês fazem com meu filho", escreveram Éneas Hoefler e Roberta Hoefler.

Já no feminino o Brasil tinha até mais probabilidade de medalhas, inclusive com um possível pódio triplo com Leticia Bufoni, Pâmela Rosa e a fadinha de 13 anos Rayssa Leal.

No entanto, Letícia desapontou, Pâmela Rosa competiu lesionada como as fotos que ela compartilhou nas redes sociais após sua desclassificação demonstraram e coube a Rayssa confirmar o favoritismo nacional da modalidade.

Assista os destaques da competição até aqui no Boletim Olímpico Terra!

Medalhas e tretas: o skate cai nas graças do brasileiro:

 

Fonte: Equipe portal
Publicidade
Publicidade