PUBLICIDADE

Marta exalta união da Seleção e brinca com Andressa Alves: 'Se ela perde o pênalti, o bicho ia pegar'

Rainha faz o 'T' no segundo gol em comemoração à noiva Toni Deon e, após 5 a 0 que o Brasil fez sobre a China nesta quarta, garante: 'É só o começo!'

21 jul 2021 07h42
ver comentários
Publicidade

A irreverência marcou Marta após a estreia da Seleção feminina nos Jogos Olímpicos com uma goleada por 5 a 0 sobre a China, nesta quarta-feira. Em entrevista ao SporTV, a camisa 10, que marcou dois gols, destacou a união da equipe e falou sobre o fato de ter cedido a Andressa Alves a cobrança de pênalti que culminou no quarto gol das Guerreiras.

'Aqui não tem vaidade, aqui tem uma equipe que vai trabalhar do começo ao fim juntas', diz Marta (Kohei CHIBAGARA / AFP
'Aqui não tem vaidade, aqui tem uma equipe que vai trabalhar do começo ao fim juntas', diz Marta (Kohei CHIBAGARA / AFP
Foto: Lance!

- A Andressa bate muito bem, senti que ela queria muito, e por toda essa situação achei legal que ela cobrasse. É bom que agora a gente pode contar com elas todas. Aqui não tem vaidade, aqui tem uma equipe que vai trabalhar do começo ao fim juntas. Fiquei feliz que ela fez o gol - e depois adotou um tom irreverente:

- Se ela tivesse perdido, aí o bicho ia pegar - completou.

Em seguida, a Rainha falou sobre o gesto de "T" que fez ao comemorar seu segundo gol na partida.

- A comemoração foi para a Toni (a zagueira Toni Deon, sua noiva). Tentei fazerantes, mas no primeiro gol todo mundo me abraçou. Foi bom que fiz minha homenagem a ela depois - disse.

Ao falar sobre a expectativa após o primeiro jogo, Marta cantarolou o refrão de "Brasil Chegou", música oficial da Seleção feminina, e garantiu.

- "Avisa lá, Brasil chegou, que vai ter gol". Começamos com o pé direito. É só o começo!

A Seleção volta a campo no sábado (25), para enfrentar a Holanda, também em Miyagi.

Lance!
Publicidade
Publicidade