PUBLICIDADE

Familiares e amigos torcem por atletas do outro lado do mundo

27 jul 2021 10h17
ver comentários
Publicidade

Com a Olimpíada de Tóquio fechada para multidões, os familiares, amigos e as comunidades estão se reunindo em torno de televisões e telas em todo o mundo, a qualquer hora do dia, para assistir aos atletas competirem.

Estádio Internacional de Yokohama, Yokohama, Japão 
27/07/2021 REUTERS/Phil Noble
Estádio Internacional de Yokohama, Yokohama, Japão 27/07/2021 REUTERS/Phil Noble
Foto: Reuters

Em Hong Kong, centenas de pessoas se reuniram em um shopping para ver o esgrimista Cheung Ka Long receber sua medalha.

No Reino Unido, o vídeo das comemorações antes do amanhecer em Maidenhead, a oeste de Londres, viralizou depois que Tom Dean liderou a primeira dobradinha olímpica de natação do Reino Unido em 113 anos.

"Não convidamos ninguém até depois das semifinais, obviamente", disse a mãe do atleta, Jacquie Hughes, à emissora BBC.

"Ontem de manhã nós decidimos, já que não poderíamos estar lá, como seria bom para Tom saber que alguns de seus familiares e amigos estavam o assistindo", afirmou.

"Convidamos alguns membros do clube, alguns vizinhos e, antes que percebêssemos, havia 70 pessoas no jardim assistindo (à partida) em uma tela enorme. Acho que nadamos cada metro com ele, mas em terra."

Apesar de ter enfrentado duas vezes a Covid-19 durante a preparação para os Jogos, ele triunfou.

Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.
Publicidade
Publicidade