PUBLICIDADE

Em tratamento na Seleção, Matheus Cunha terá presença definida horas antes da semifinal da Olimpíada

Ao 'GE', médico da Seleção olímpica diz que exame de imagem confirmará se o camisa 9 terá condições de jogo para encarar o México na terça-feira (3) em Kashima

1 ago 2021 11h20
ver comentários
Publicidade

A presença de Matheus Cunha nas semifinais dos Jogos Olímpicos de Tóquio tende a render muito mistério. De acordo com o "Globo Esporte", o departamento médico da Seleção olímpica não tem como confirmar se o autor do gol da vitória da Seleção olímpica sobre o Egito terá condições de jogo para encarar o México nesta terça-feira (3). O confronto ocorrerá em Kashima, às 5h (de Brasília).

Matheus Cunha saiu de campo logo após fazer o gol do triunfo brasileiro (CHARLY TRIBALLEAU / AFP
Matheus Cunha saiu de campo logo após fazer o gol do triunfo brasileiro (CHARLY TRIBALLEAU / AFP
Foto: Lance!

O camisa 9 da Seleção, que sofreu uma contratura muscular na coxa esquerda no decorrer da partida com os egípcios, realiza tratamento intensivo. Porém, ainda não foi feito um exame de imagem para detalhar a situação, uma vez que os médicos aguardam uma melhor cicatrização do músculo para terem uma análise precisa.

Médico da Seleção, Marco Antônio Azizi contou ao "GE" que Matheus Cunha tem se dedicado bastante.

- Por precaução, tiramos ele o mais breve possível e iniciamos tratamento assim que ele chegou no banco. Não só com medicação, mas também com tratamento local. Durante a noite, ele tratou. É um exemplo de atleta, está sempre à disposição para fazer o tratamento, tem um objetivo. O Cunha acordou bem, fez tratamento durante o dia - porém, não escondeu que haverá uma espera:

- Ele é dúvida para o jogo, não podemos afirmar se ele pode jogar ou não. Estamos evoluindo a cada minuto, é constante nosso tratamento. Se tudo continuar como a gente espera, pretendemos fazer exame de imagem nele e ver se ele pode jogar ou não. Essa decisão só teremos horas antes do jogo - complementou.

Matheus Cunha tem dois gols na Olimpíada. Além de ter marcado contra o Egito, deixou o seu na vitória por 3 a 1 sobre a Arábia Saudita.

-

Lance!
Publicidade
Publicidade