PUBLICIDADE

Daniel Alves diz que Seleção jogou bem, lamenta chances perdidas e fala sobre pênaltis: 'O destino quis assim'

Lateral de 38 anos exalta atuação da Seleção Brasileira na semifinal dos Jogos Olímpicos, e fala sobre último passo: 'Falta um jogo. Temos que manter o foco e a concentração'

3 ago 2021 08h46
ver comentários
Publicidade
Daniel Alves cobrou o primeiro pênalti da decisão e não desperdiçou (Foto: PEDRO PARDO / AFP)
Daniel Alves cobrou o primeiro pênalti da decisão e não desperdiçou (Foto: PEDRO PARDO / AFP)
Foto: Lance!

A Seleção Brasileira masculina de futebol está na final dos Jogos Olímpicos mais uma vez. Nesta terça-feira, o time de André Jardine venceu o México nos pênaltis por 4 a 1 para assegurar a vaga na decisão. Após a partida, o capitão Daniel Alves falou que mesmo 38 anos ainda sofre em duelos decisivos.

- Sofro, sobretudo quando se enfrenta um adversário que nós já sofremos bastantes. Mas esse é o futebol. Acredito que tivemos uma atuação muito, muito, muito boa, sofremos quando tivemos que sofrer, mas acredito que merecidamente estamos na final - disse Dani Alves à "Rede Globo".

O jogador do São Paulo também falou que o estado do gramado prejudicou o estilo de jogo da Seleção Brasileira, mas que isso não serve de desculpa. O camisa 13 ainda afirmou que a vitória nos pênaltis foi coisa do "destino".

- O gramado hoje estava um pouco irregular, mas nada serve de desculpa. Só que para uma equipe que sempre propõe o jogo, tem que se dar um toque a mais e as condições do gramado atrapalham. Mas não teve problema. Criamos as ocasiões, tivemos chances, mas não foi possível. O destino queria que fosse desse jeito (nos pênaltis) - afirmou.

Dani Alves tem 42 títulos na carreira (Foto: PEDRO PARDO / AFP)
Dani Alves tem 42 títulos na carreira (Foto: PEDRO PARDO / AFP)
Foto: Lance!

Maior vencedor da história do futebol, com 42 títulos conquistados, Dani vai em busca da medalha de ouro no próximo sábado. O lateral falou que a Seleção precisa manter o foco e a concentração para conseguir o bicampeonato olímpico.

- Falta um jogo. Temos que manter o foco, manter a concentração. É muito difícil ganhar os jogos, muito difícil enfrentar adversários diferentes, que jogam de maneiras diferentes, mas apesar da idade dos jogadores, temos um estafe que controla muito bem isso, passa as informações necessárias. Agora falta um passo e vamos em busca disso - concluiu.

VEJA O QUADRO DE MEDALHAS DOS JOGOS OLÍMPICOS

Lance!
Publicidade
Publicidade