PUBLICIDADE

Dani Alves confirma que disputará Olimpíada e desfalcará SP

17 jun 2021 15h20
| atualizado às 16h37
ver comentários
Publicidade

O camisa dez do São Paulo, Daniel Alves, explicou os motivos que o fizeram aceitar a convocação de Andre Jardine para defender a Seleção Olímpica em Tóquio. O jogador de 38 anos falou sobre a questão em vídeo divulgado pelo canal oficial do São Paulo no YouTube.

Daniel Alves levantou a última Copa América como capitão da Seleção
Daniel Alves levantou a última Copa América como capitão da Seleção
Foto: Marlon Costa / Futura Press

"É uma satisfação imensa, alegria tremenda estar representando o meu país de uma forma diferente, ocasião especial como as Olimpíadas. Bati na trave duas vezes e agora tive a honra de ser chamado para esse grupo que vai defender o ouro conquistado no Brasil. Gosto de desafios como esse, e como bom patriota que sou, a camisa da Seleção significa muito", disse o jogador.

Dani também falou sobre a sua passagem no São Paulo, que para ele, o ajudou na sua convocação para a Seleção Olímpica. O camisa dez classificou o chamado como a realização de um sonho.

"O São Paulo, desde que cheguei aqui, foi um dos motivos que decidi voltar ao Brasil. Mostrar as pessoas que é possível chegar à Seleção Brasileira jogando no Brasil. Então, é sonho atrás de sonho, realizações atrás de realizações. Isso fortalece o trabalho, a minha ideia. Valorizar nosso poder, nosso país, nossos atletas, nosso povo. Somos especiais", afirmou Dani.

Por fim, o ala-direito agradeceu o São Paulo pela chance de estar atuando no clube do Morumbi.

"Sempre agradecer ao São Paulo pela oportunidade de estar jogando, realizando esse sonho e poder estar representando o São Paulo. Cada vez que sou convocado para a Seleção Brasileira represento o clube. É o que sempre sonhei e tive em mente. As coisas estão acontecendo, não tem como não ficar feliz e lisonjeado", finalizou.

Dani perderá os jogos das oitavas de finais da Copa Libertadores. O São Paulo enfrenta o Racing nos dias 13 e 20 de julho. Além disso, será desfalque nas oitavas da Copa do Brasil - o adversário será definido em sorteio na próxima terça-feira (22). O torneio de futebol nas Olimpíadas começa dia 21 de julho e vai até 7 de agosto.

Jardine, inclusive, explicou o motivo da convocação de Daniel Alves em entrevista coletiva concedida na manhã desta quinta-feira, quando anunciou a lista completa dos jogadores que embarcarão para Tóquio.

"A gente tem no esporte alguns atletas que são referencias para todos nós, e o Dani é um jogador que não tem o currículo que tem à toa, um dos jogadores mais vitoriosos da história do futebol, por onde passa é campeão. Acabou de ser campeão com o São Paulo, tirou o São Paulo de uma fila bastante grande. É um jogador que era para estar na Copa América, a lesão acabou o tirando. A partir do momento que aconteceu isso, nós passamos a ficar de olho, porque procurávamos jogadores acima da idade permitida com as características dele. Ou seja, histórico de Seleção, vencedor, perfil de liderança", disse Jardine.

"Foi o último capitão campeão da Copa América com a Seleção Brasileira, eleito o melhor jogador daquela competição com um nível impressionante. É um jogador que vai agregar demais com experiência, liderança, sabedoria, tranquilidade para os jogadores mais jovens. O universo quis assim. O tirou da Copa América e o colocou em uma Olimpíada, que ele não tem", concluiu.

Com informações da Gazeta Esportiva.

Lance!
Publicidade
Publicidade