PUBLICIDADE

Centro cultural na Paulista aproxima brasileiros dos Jogos

Localizado na tradicional avenida, Japan House São Paulo apresenta exposição sobre a cultura japonesa e os esportes olímpicos

21 jul 2021 22h01
| atualizado às 23h33
ver comentários
Publicidade

Ali, no comecinho da Avenida Paulista, a gente tem a sensação de que os Jogos Olímpicos de Tóquio não estão tão distantes assim. A Japan House São Paulo, espaço criado pelo Ministério das Relações Exteriores do Japão para difusão da cultura, tecnologia e das tradições nipônicas, inaugurou nesta terça-feira uma exposição que traz a Olimpíada para mais perto dos brasileiros.

Exposição na Japan House São Paulo vai até o dia 12 de setembro
Exposição na Japan House São Paulo vai até o dia 12 de setembro
Foto: Reprodução/@japanhousesp

O Lounge Esportivo: Tokyo 2020 usa recursos audiovisuais, palestras, vídeos e objetos para mostrar informações sobre os Jogos Olímpicos e Paralímpicos deste ano. É uma imersão interativa e lúdica na cultura, arquitetura e design do Japão por meio do esporte olímpico. Tudo o que a gente imagina da cultura japonesa - tecnológica, futurista, mas sem soltar a mão da tradição - está ali.

Além das modalidades estreantes, como surfe e do skate, estão nos corredores os esportes próprios do anfitrião, como o caratê, arte marcial do século XV que fará parte dos Jogos só nesta edição, e o beisebol e softbol, que estão de volta ao mundo olímpico. Todas ganharam projeções especiais e monitores de TV com os principais movimentos, manobras e golpes. "Nós estamos reforçando aspectos culturais e esportivos ligados à Olimpíada, reforçando nosso propósito de ser uma janela para o Japão", comenta Eric Klug, presidente da Japan House São Paulo.

O agente de viagens Anderson Rapp fez questão de levar a filha Rafaela, de 12 anos, no primeiro dia de abertura da exposição. "Achei bem bacana esse destaque das Olimpíadas e Paralimpíadas e as modalidades novas. É tudo autoexplicativo. Depois de tanto tempo esperando pelos Jogos, estamos ansiosos pela competição, que vai ser diferente", diz o profissonal de 42 anos.

A estudante de Publicidade Ana Carolina Salomão Soriano gostou das mascotes: Miraitowa, que significa futuro e eternidade, e Someity, homenagem às cerejeiras e ao poder mental dos paralímpicos. "Eu sempre frequento a Japan House. Gostei das curiosidades sobre os novos esportes e das mascotes", diz a universitária de 20 anos.

Outro destaque é a ligação entre a edição atual e os Jogos de 1964, com o uso de símbolos e do design como ferramenta de comunicação. A linha do tempo é feita por uma versão animada dos mais de 50 pictogramas que representam cada esporte. Quando o Estadão entrou nessa câmara espelhada, a sensação foi de estar realmente "dentro" de cada modalidade.

Há também uma área para os esportes paralímpicos, com equipamentos dos atletas para o goalball e bocha, exclusivas dos Jogos Paralímpicos, além do rugby, basquete e tênis, disputados em cadeira de rodas. A acessibilidade é outro ponto alto da exposição. Todo o conteúdo possui maquetes táteis, além da tradução na Língua Brasileira Sinais (Libras) e audiodescrição. A partir de uma parceria com Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB), o espaço foi o palco da apresentação dos uniformes dos atletas que vão disputar as Paralimpíadas.

Por conta da pandemia do novo coronavírus, o espaço teve de abrir mão de uma fan fest que normalmente inauguraria uma exposição dessa envergadura. Tudo está sendo feito de um jeito discreto e silencioso. O espaço restringe a visitação a 330 pessoas por hora, o que significa 60% da capacidade do prédio. A contagem é feita de forma automatizada, em tempo real. Além de rigoroso protocolo sanitário, o lounge se adaptou também para receber torcedores e fãs. As televisões que estão espalhadas pelos andares têm tamanho reduzido. É permitido torcer por cada medalha ali, mas sem aglomerações.

Serviço

Lounge Esportivo: Tokyo 2020

Japan House São Paulo - Avenida Paulista, 52 - Térreo

Terça-feira a Domingo, das 11h às 16h

Entrada gratuita

20 de julho a 12 de setembro

Devido à pandemia, o espaço funciona com capacidade reduzida

Reserva online antecipada (opcional): https://agendamento.japanhousesp.com.br/

O espaço conta com recursos de acessibilidade

 

Estadão
Publicidade
Publicidade