PUBLICIDADE

Ágatha e Duda superam susto no início e vencem argentinas em estreia nos Jogos Olímpicos de Tóquio

Gallay/Pereyra deram trabalho no primeiro set, mas depois foram dominadas por brazucas

24 jul 2021 01h02
| atualizado às 02h42
ver comentários
Publicidade

Um primeiro set apertado e um segundo controlado. Esse é um resumo simplista da estreia de Ágatha e Duda, nesta sexta-feira, no vôlei de praia dos Jogos Olímpicos de Tóquio. Vitória sobre as argentinas Gallay/Pereyra por 2 sets a 0, parciais de 21-19 e 21-11.

Ágatha e Duda levaram a melhor na estreia em Tóquio (Foto: Wander Roberto/COB)
Ágatha e Duda levaram a melhor na estreia em Tóquio (Foto: Wander Roberto/COB)
Foto: Lance!

Para comprovar o favoritismo, as brasileiras precisaram superar um início inconstante. Foram erros de recepção no início, desperdício de contra-ataques e uma sensação de tensão acima do normal, algo até compreensível numa estreia olímpica. Franco-atiradoras, as hermanas conseguiram equilibrar as ações, mas não o suficiente para saírem na frente.

Depois disso, um passeio. Ágatha e Duda melhoraram o aproveitamento nos contra-ataques, o saque passou a incomodar mais, o bloqueio com a atual vice-campeã olímpica teve um desempenho mais eficiente e assim elas passaram a controlar as ações. Foram beneficiadas ainda pelos 13 erros das argentinas, o dobro do que as brasileiras cometeram.

Na segunda-rodada do Grupo C, elas duelarão contra as chinesas Wang e Xia, na terça-feira, às 10h (de Brasília). Completam a chave Bansley e Brandie, do Canadá. Em tese, a dificuldade vai crescer rodada a rodada neste grupo, com a provável definição da primeira posição ficando para a última rodada.

Lance!
Publicidade
Publicidade