0
Logo do Olimpíada 2016
Foto: terra

Olimpíada 2016

Os anunciantes aqui reunidos não possuem relação com os Jogos Rio 2016 e patrocinam apenas este caderno especial.

COI defende legado do Rio 2016 e garante Parque Olímpico "operacional"

16 mar 2017
11h56
  • separator
  • comentários

O diretor-esportivo do Comitê Olímpico Internacional (COI), Christophe Dubi, defendeu nesta quinta-feira o legado dos Jogos do Rio de Janeiro, realizados no ano passado, e disse confiar que o Parque Olímpico estará "completamente operacional" nos próximos meses.

"Temos que ser justos, o que Rio alcançou no contexto social e político foi incrível. Todo mundo está de acordo que a vida dos cidadãos do Rio mudou graças aos Jogos", disse o dirigente, em entrevista coletiva concedida em PyeongChang, na Coreia do Sul, onde acontece a Comissão Executiva do COI.

Christophe Dubi defendeu a organização dos Jogos realizados na capital fluminense de diversas críticas, especialmente, sobre o período posterior ao evento e o aproveitamento de equipamentos esportivos.

"O legado já se materializou em transporte, qualidade da água, novas infraestruturas. As instalações foram desenhadas para deixar um legado sustentável, algumas para serem transformadas em sedes comunitárias e outras para ser utilizadas pelo esporte de elite", disse o dirigente.

Sobre o Parque Olímpico, construído na Barra da Tijuca, zona oeste do Rio de Janeiro, Dubi explicou que as adequações para adequação do local ao que a cidade necessita, acontece ao longo de alguns meses.

"Se tomarmos os exemplos de outros parques, como os de Sydney ou Londres, veremos que transformá-los levou tempo. Não se faz em um ou dois dias. Talvez em março, talvez em junho, mas, um ano depois dos Jogos deveremos ter o Parque Olímpico completamente operacional", disse o diretor-esportivo.

EFE   

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade