2 eventos ao vivo

Programa que descobriu Yane Marques deve ser expandido pelo Brasil

22 ago 2012
11h35
atualizado às 14h02

Esporte pouco conhecido e difundido no Brasil, o pentatlo moderno ganhou espaço nos noticiários nacionais nas últimas semanas devido à conquista da medalha de bronze nos Jogos Olímpicos de Londres pela pernambucana Yane Marques, formada pelo programa PentaJovem, promovido pela Confederação Brasileira da modalidade.

O PentaJovem foi implementado primeiramente nas cidades de Recife (PE) e do Rio de Janeiro (RJ), pelas federações locais, e possibilitou um aumento de quase seis vezes na participação de atletas em competições nacionais entre os anos de 2008 e 2011.

"Saímos de um cenário de 40 atletas participando de competições em 2008 para 230 em 2011. Além disso, conseguimos a classificação de dois representantes do PentaJovem-RJ para os Jogos Olímpicos da Juventude de 2010, em Cingapura", declarou Celso Sasaqui, vice-presidente da CBPM (Confederação Brasileira de Pentatlo Moderno).

O sucesso do programa nas duas primeiras cidades, que além da medalha olímpica de Yane Marques também conta com um número crescente de jovens aderindo ao esporte, de fazer com que o PentaJovem seja expandido para outras regiões brasileiras.

"A Federação de São Paulo está iniciando o PentaJovem em Indaiatuba e a Federação do Rio está fazendo sua implantação em Resende. Além disso, Rondônia e Mato Grosso, federações filiadas em 2011, estão montando programas e o Paraná, que está em processo de filiação, está preparando um projeto em Curitiba", concluiu Celso.

Yane Marques conquistou o bronze olímpico nos Jogos de Londres 2012
Yane Marques conquistou o bronze olímpico nos Jogos de Londres 2012
Foto: Reuters
Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva

compartilhe

publicidade
publicidade