1 evento ao vivo

Governo britânico diz que Olimpíada custou menos que previsto

23 out 2012
18h24
atualizado às 20h06

Os Jogos Olímpicos e Paralímpicos, realizados neste ano em Londres, custaram 377 milhões de libras menos do que o previsto, de acordo com o que o Governo britânico confirmou nesta terça.

O secretário de Estado de Esportes do Reino Unido, Hugh Robertson, afirmou que os eventos provocaram despesa total de 8,9 bilhões de libras, valor menor da estimativa inicial de 9,2 bilhões de libras.

"Londres 2012 foi de um sucesso tremendo. É muito significativo o fato de ter conseguido cumprir com as exigências do complexo calendário do evento, e tudo abaixo do orçamento", disse Robertson.

O secretário de Estado britânico apontou a segurança, o transporte e a construção dos estádios como as áreas nas quais se economizou parte do custo previsto, apesar de ter declarado que o número final é, por enquanto, uma "estimativa prudente".

Ainda falta determinar, entre outros aspectos, a compensação que será dada a empresa de segurança 4 GS, responsável pelos Jogos, que se declarou incapaz de recrutar mais de 10 mil guardas de segurança particulares, como havia se comprometido em contrato, e obrigou o Exército a desdobrar quase 5 mil soldados adicionais em Londres, apenas para os Jogos.

O orçamento final dos Jogos Olímpicos inclui uma verba destinada a "imprevistos" que supera 480 milhões de libras (600 milhões de euros), fundos que, segundo o Governo, serão usados para a reforma do Parque Olímpico, que reabrirá em 2013 como Parque Rainha Elizabeth.

"Não tenho nenhuma dúvida de que Londres 2012 se transformou no novo ponto de referência para a organização de futuros Jogos Olímpicos e Paralímpicos", declarou Robertson.

Uma das operações mais ambiciosas em que trabalha agora a London Legacy Development Corporation (LLDC), encarregada de tramitar o legado olímpico, é a venda dos 2.818 apartamentos que foram construídos na Vila Olímpica.

"A transformação da zona olímpica de Stratford, ao leste de Londres, vai a levar algum tempo, mas valerá a pena. O Parque Olímpico Rainha Elizabeth será um lugar fantástico para viver, trabalhar e desfrutar", disse o chefe-executivo da Olympic Deliver Authorithy (ODA) e responsável interino da LLDC, Dennis Hone.

EFE   
publicidade