3 eventos ao vivo

Esportes

Russos querem ir à Olimpíada mesmo que seja como neutros

Getty Images
11 dez 2017
14h15
atualizado às 14h33
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

A maioria dos atletas da Rússia querem ir à Olimpíada de Inverno de Pyeongchang de 2018, ainda que tenham que competir como neutros, disse uma autoridade do Comitê Olímpico do país nesta segunda-feira.

Na semana passada, o Comitê Olímpico Internacional (COI) impediu a Rússia de participar dos Jogos de fevereiro na Coreia do Sul citando indícios de uma "manipulação sistemática inédita" do sistema antidoping.

Mas o COI deixou a porta aberta para que atletas sem histórico de doping participem como neutros.

"A maioria dos atletas quer participar da Olimpíada", disse a esgrimista olímpica Sofya Velikaya, que preside a comissão de atletas do Comitê Olímpico Russo (COR), aos repórteres.

"O Comitê Olímpico Russo apoia a opinião dos atletas que decidirem participar e também respeita a decisão daqueles de decidirem não ir".

Velikaya disse que nenhum atleta consultado pelo COR revelou planos de boicotar os Jogos. "Todos estão se preparando e esperando competir", disse.

Também na semana passada, o presidente russo, Vladimir Putin, disse que seu país não impedirá seus atletas de competirem, arrefecendo alguns clamores por um boicote.

Ele também reiterou a insistência russa de que não existe um sistema de doping patrocinado pelo Estado no país.

As autoridades olímpicas russas devem apresenta sua resposta à proibição do COI após uma reunião na terça-feira. Nas semanas que antecederam o banimento, mais de 20 atletas russos que competiram na Olimpíada de Inverno de Sochi de 2014 foram expulsos dos Jogos pelo resto da vida por supostas violações de regras antidoping.

O Comitê Paralímpico da Rússia, a federação de atletismo e a Agência Antidoping Russa continuam suspensas em razão dos escândalos de doping.

Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade