0

Musto reclama de arbitragem, mas alerta: "Temos que fazer autocrítica"

19 set 2020
21h13
atualizado às 21h13
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

O Internacional perdeu uma grande chance de se manter na ponta da tabela do Campeonato Brasileiro neste sábado. Derrotado pelo Fortaleza por 1 a 0, o Colorado agora pode ser desbancado da liderança, mas, para Musto, a arbitragem teve um papel considerável neste contexto.

No primeiro tempo, após um cruzamento na área, o zagueiro Paulão acabou atingindo Musto depois de dar um carrinho na tentativa de desviar a bola. Após checagem com o auxílio do VAR, o árbitro não marcou pênalti, e o argentino ficou bastante insatisfeito com isso e também com o fato de o juizão ter paralisado bastante o jogo com algumas faltas, na visão dele, desnecessárias.

"Há jogadas por aí que não são falta e são interpretadas de outra maneira. Futebol é um esporte de contato. Mas, também temos que fazer um pouco de autocrítica, poderíamos ter vencido. Agora temos que levantar a cabeça", afirmou ao Esporte Interativo.

Damián Musto não ficou contente com a arbitragem

Agora, o Inter volta seu foco para o Grenal da próxima quarta-feira pela Libertadores. Sob o comando do técnico Eduardo Coudet, a equipe ainda não venceu o rival. O último triunfo colorado aconteceu em setembro de 2018.

"Temos que fazer essa autocrítica imediatamente depois do jogo. Quando se ganha, também devemos fazer autocrítica. Se perdemos é porque merecemos e se vencemos é porque merecemos. Havíamos trabalhado essas jogadas de lateral", concluiu Musto.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade