PUBLICIDADE
Logo do

Internacional

Meu time

João Patrício Herrmann não é mais vice-presidente de futebol do Internacional

Pressão vinda de diferentes setores dentro e fora do clube abreviaram estadia de filho do ex-presidente Eraldo Herrmann

3 ago 2021 07h30
| atualizado às 07h30
ver comentários
Publicidade

O momento conturbado que vive o Internacional teve sua primeira consequência com relação a mudança na parte administrativa: a saída do vice-presidente de futebol, João Patrício Herrmann. A informação foi oficializada em nota divulgada pelo Colorado em seu site oficial.

Dirigente ocupava cargo desde dezembro do ano passado (Divulgação/Internacional)
Dirigente ocupava cargo desde dezembro do ano passado (Divulgação/Internacional)
Foto: Lance!

- O Sport Club Internacional comunica que o Vice-Presidente de Futebol, João Patrício Herrmann, pediu o desligamento do cargo ao Conselho de Gestão do Clube. A direção agradece por todo o trabalho realizado no período, com coloradismo e dedicação no desempenho das funções. O presidente Alessandro Barcellos, durante a vacância da pasta, acompanhará o dia a dia do futebol junto aos profissionais do departamento - informou o clube do Beira-Rio.

O clima para que Herrmann continuasse em seu cargo diante do desconforto existente por parte de outros dirigentes perante sua postura considerada de firmeza excessiva parecia bastante improvável. Além disso, protestos reiterados da torcida mostravam também insatisfação.

Ao ponto de, segundo publicou o portal 'ge', análises sobre a forma que a saída do filho do ex-presidente Eraldo Herrmann estavam sendo feitas com dois cenários possíveis: o afastamento por decisão do Conselho de Gestão ou o pedido do próprio João Patricio para sair. Algo que efetivamente aconteceu, apesar de inicialmente ser a hipótese menos cogitada.

Outro nome da parte gerencial que também tem sido pressionado é o executivo de futebol Paulo Bracks, contratado justamente para promover uma reformulação no plantel da equipe. Segundo aqueles que manifestam seu descontentamento, a movimentação por reforços tem sido mais lenta do que a imaginada.

Lance!
Publicidade
Publicidade