0

Conselho nega recursos de Piffero e ex-vice e exclusão do quadro social do Inter é mantida

22 mai 2020
19h58
atualizado às 19h58
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

Em reunião virtual realizada na última quinta-feira, o Conselho Deliberativo do Internacional negou os recursos apresentados pelo ex-presidente Vitório Piffero e do ex-vice presidente Pedro Affatato contrários à exclusão do quadro social do clube. Dessa forma, a expulsão dos dirigentes foi mantida.

A sessão contou com a participação de 269 dos 335 conselheiros, que votaram até às 17 horas desta sexta. No total, foram 264 votos negando o recurso, o que representa 98,1%. As defesas dos profissionais solicitaram a prescrição das penalizações, mas foram negadas por 261 votos (97%) a oito (3%). Os dirigentes ainda podem recorrer da determinação na justiça comum.

Vitorio Piffero foi expulso do quadro social do Inter em 2019

Piffero e Affatato foram excluídos do quadro social do Inter em maio de 2019, por decisão do Comitê de Ética do Conselho Deliberativo do clube. O Ministério Público investigou e denunciou os dois pelos crimes de lavagem de dinheiro, falsidade documental, estelionato, organização criminosa e apropriação indébita, praticados durante a gestão de 2015 e 2016 no Colorado.

De acordo com o Ministério Público, foram desviados mais de R$ 13 milhões do clube a favor de ambos. Também foram acusados Emídio Ferreira, ex-vice de Patrimônio, e Carlos Pellegrini, ex-vice de Futebol, que também fizeram parte da gestão de Piffero.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade