PUBLICIDADE
Logo do

Seleção Holandesa

Meu time

Técnico da Holanda, Ronald Koeman projeta futuro na seleção

20 mar 2018 14h42
| atualizado às 14h42
ver comentários
Publicidade

Depois de ser demitido da equipe do Everton no começo da temporada europeia de 2017/18, após um péssimo começo de trabalho, com somente duas vitórias em nove jogos no Campeonato Inglês e desempenho ruim na Liga Europa, o treinador Ronald Koeman foi contratado pela seleção da Holanda, assinando acordo até a Copa do Mundo de 2022.

Com a missão de comandar a Laranja Mecânica em sua tentativa de volta às disputas internacionais, após desclassificações para a fase principal da Eurocopa de 2016 e o Mundial deste ano, na Rússia, o ex-jogador fará sua estreia no comando dos holandeses nesta sexta-feira, em amistoso contra a seleção da Inglaterra. Antes do confronto, Koeman fez projeções sobre sua estadia na equipe técnica da Holanda, além de analisar sua saída precoce do Everton.

"Aqui estamos nós. É um novo desafio, um que eu não poderia dizer 'não'. É uma honra ser o técnico da Holanda e estou ansioso para tentar manter o país sempre em frente", afirmou.

"Quero nos levar para o próximo grande torneio em 2020. Esse é o objetivo. É um grande e difícil desafio. Todo mundo sabe disso. Não nos classificamos para os dois últimos campeonatos e tudo bem, isso vai levar tempo", completou Koeman, que ainda adicionou.

"Depois do Everton, onde todos sabiam que era muito difícil no final, eu precisava de tempo para me focar novamente. Precisava me recuperar e tive um bom tempo para isso. Trabalho porque quero trabalhar", explicou.

"Mesmo depois da decisão (de ser demitido), ainda estava louco por futebol. Queria estar envolvido como um técnico. Queria estar com a seleção e este é o tempo certo para tentar o desafio - para mim e para a equipe", finalizou.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
Publicidade
Publicidade