0

São Bento e Guarani empatam em Sorocaba e brigam contra degola na Série B

Ponto fora de casa ajuda a equipe de Campinas, mas resultado acaba não sendo bom para nenhum dos dois times

26 out 2019
19h23
atualizado às 19h23
  • separator
  • 0
  • comentários

Foi um resultado que não foi bom para ninguém. Brigando contra o rebaixamento, São Bento e Guarani não saíram do empate por 1 a 1, na tarde deste sábado, no estádio Walter Ribeiro, em Sorocaba, pela 31ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro. Davó marcou para o time de Campinas, enquanto Paulinho Bóia empatou, ambos no segundo tempo.

O ponto acabou sendo melhor para o Guarani, que chegou ao 14º lugar, com 36 pontos, quatro na frente do Figueirense, primeiro time dentro da zona de rebaixamento. O São Bento, por outro lado, se complicou de vez na briga pela permanência. Isto porque segue na lanterna da competição, com 28 pontos.

São Bento e Guarani empataram em 1 a 1 em jogo válido pela Série B do Campeonato Brasileiro
São Bento e Guarani empataram em 1 a 1 em jogo válido pela Série B do Campeonato Brasileiro
Foto: São Bento/Divulgação / Estadão

O técnico Thiago Carpini mandou o Guarani a campo com novidades. Jefferson ganhou a vaga de Klever, que vinha sendo criticado no gol e Bruno Silva fez sua estreia na zaga. Pelo São Bento, a aposta foi nos três atacantes: Zé Roberto, Paulinho Boia e Minho.

Com velocidade, o time da casa teve iniciativa no começo do jogo, apostando nas jogadas individuais pelo lado, mas a falta de qualidade acabou pesando. Para os dois times. Aos 13 minutos, Thallyson tentou recuar do meio-campo, mas pegou errado na bola e Jefferson teve que salvar de cabeça.

Outra novidade do visitante, o volante Igor Henrique, que voltava a jogar depois de quase três semanas, teve que deixar o campo lesionado. Com um primeiro tempo tão pobre tecnicamente, a chance do Guarani, no final dos 45 minutos iniciais, também em lance fortuito. Lenon tentou cruzar, a bola passou por cima do goleiro Henal e quase o lateral marcou um golaço.

O segundo tempo começou mais animado, com os times mais soltos procurando o gol. Logo aos três minutos, o São Bento encaixou boa jogada pela direita e a bola sobrou com Zé Roberto. Ele, no entanto, furou, dentro da pequena área e perdeu chance clara.

O Guarani também voltou mais consciente no campo de ataque. Arthur Rezende recebeu pelo lado esquerdo, passou pela marcação e finalizou cruzado, assustando Henal. Nas falhas defensivas do adversário, o Guarani seguiu encontrando espaço.

Primeiro, Lenon arrancou do campo de defesa, tabelou com Davó e invadiu a área. Ele tentou cruzar, mas a defesa do São Bento afastou. Na sequência, aos 21 minutos, o cochilo do time sorocabano custou caro. Joílson tentou fazer o corte, mas acabou furando. A bola ficou com Davó, cara a cara com Henal. O atacante precisou finalizar duas vezes, mas abriu o placar.

O time campineiro não teve muito tempo para comemorar. Isto porque o time sorocabano iniciou uma pequena pressão. Rodolfo carimbou a trave de Jefferson, aos 22 minutos.

No lance seguinte, Paulinho Boia passou por dois marcadores, tabelou na entrada da área, deixou Giaretta no chão com um corte e finalizou sem chances para o goleiro bugrino, deixando tudo igual, aos 22 minutos com belo gol.

Apesar de sofrer no campo de defesa, o mandante seguiu ofensivo. Zé Roberto arriscou de fora da área, mas parou em Jefferson. Nos minutos finais, Mansur tentou de cabeça e o goleiro bugrino conseguiu defender em dois tempos em cima da linha. No contra-ataque seguinte, Davó invadiu a área e também parou em Henal.

O Guarani volta a campo no meio de semana para encarar o Sport, na quinta-feira, às 19h15, no Brinco de Ouro, em Campinas. No sábado que vem, o São Bento faz confronto direto contra o Criciúma, às 19 horas, no estádio Heriberto Hülse, em Santa Catarina.

FICHA TÉCNICA:

SÃO BENTO 1 x 1 GUARANI

SÃO BENTO - Henal; Marcos Martins, Alisson, Joílson e Mansur; Fábio Bahia (Fernandes), Paulinho (Raphael Martinho) e Rodolfo; Minho, Zé Roberto e Paulinho Bóia (Caio Rangel). Técnico: Milton Mendes.

GUARANI - Jefferson; Lenon, Bruno Silva, Diego Giaretta e Thallyson; Marcelo (Felipe Cirne), Igor Henrique (Felipe Guedes), Lucas Crispim e Arthur; Davó e Michel Douglas. Técnico: Thiago Carpini.

GOLS - Davó, aos 21, e Paulinho Bóia, aos 23 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO - Daniel Nobre Bins (RS).

CARTÕES AMARELOS - Minho, Zé Roberto, Henal e Fábio Bahia (São Bento); Diego Giaretta e Fellipe Guedes (Guarani).

CARTÃO VERMELHO - Arancibia (São Bento, do banco).

RENDA E PÚBLICO - Não divulgados.

LOCAL - Estádio Walter Ribeiro, em Sorocaba (SP).

Estadão
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade