0

Para findar jejum de vitórias, Guarani recebe o Oeste no Brinco de Ouro

26 out 2018
20h03
atualizado em 27/10/2018 às 09h24
  • separator
  • comentários

De um lado, três jogos sem vencer e a ambição, mesmo que remota, de uma vaga para disputar a elite nacional em 2019. Do outro, um time praticamente com a permanência garantida para próxima temporada. Esse é o cenário em que se enfrentam Guarani e Oeste neste sábado, às 16h30 (de Brasília), no Brinco de Ouro, pela 33ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B.

Bugre e a busca incessante pelo fim do jejum

Se um dia o acesso à Série A foi um objetivo claro, hoje é uma missão complicada, mas ainda possível. Há quatro jogos sem vencer, o Guarani busca, acima de tudo, uma recuperação na competição e para isso o treinador Umberto Louzer deve mudar a escalação em relação ao time que acabou derrotado para o Boa Esporte no último fim de semana por 2 a 1. Além das peças, o Bugre deve ter uma postura diferente.

Artilheiro do time campineiro na competição com oito gols, Rafael Longuine deve voltar aos 11 iniciais depois de perder a vaga na equipe titular após o revés sofrido para o São Bento. Outra peça testada pelo comandante, mas que ainda não está confirmado como titular é o jovem Gabriel Poveda. Bruno Mendes e Bruno Xavier ficam de fora e serão desfalques.

Com a nova formação, se confirmada, Louzer deve perder a velocidade adquirida pelos lados do campo, mas deve ganhar em criatividade no meio-campo e maior posse de bola no setor. Os velocistas, casos de Matheus Oliveira e até Jefferson Nem, devem ficar como opções para o segundo tempo, podendo enfrentar a defesa do Oeste mais cansada.

Quem deve ser escalado entre os titulares é o jovem Matheus Anjos, que ganhou a posição no meio-campo na reta final do confronto contra o São Bento e não saiu mais. O jovem, por sinal, admitiu a responsabilidade em retomar os bons resultados. "A gente tem que saber lidar com esse tipo o momento do time. Estou vestindo a camisa 10, sei da responsabilidade e não fujo dela. Não tem o que falar, temos que evoluir dentro de campo", disse.

Oeste a missão: confirmar a permanência

Vindo de quatro empates consecutivos, o Oeste está praticamente livre do fantasma do rebaixamento. De acordo com os matemáticos, 45 pontos são suficientes para evitar o descenso, e o time de Barueri chegou aos 42 com o empate diante do Avaí na última rodada. Ainda assim, o discurso interno é de busca o mais rápido possível pela permanência e um final de campeonato na parte de cima da tabela de classificação.

Para o duelo, o treinador Roberto Cavalo não conta com desfalques e terá força máxima à disposição. Inclusive, Joílson retorna ao time após cumprir suspensão pelo acúmulo de cartões amarelos e deve herdar a vaga que foi de Jomar. O único pendurado do time é o goleiro Tadeu, que no último fim de semana indicou que a permanência está praticamente confirmada.

Titular absoluto da lateral-esquerda, Conrado projetou o jogo contra o Bugre e reafirmou a motivação de busca pelos três pontos para garantir o time na Série B em 2019. "Queremos muito uma vitória diante do Guarani. Será um triunfo que pode garantir nossa permanência na Série B e colocar a gente ainda mais perto do G4. Temos que tentar a melhor colocação possível", disse.

FICHA TÉCNICA

GUARANI X OESTE

Local: Estádio Brinco de Ouro, Campinas (SP)

Data: Sábado, 27 de outubro de 2018

Horário: 16h30 (de Brasília)

Árbitro: Emerson de Almeida Ferreira (MG)

Assistentes: Celso Luiz da Silva (MG) e Marcus Vinicius Gomes (MG)

GUARANI: Agenor; Kevin, Philipe Maia, Fabrício e Romário; Willian Oliveira e Ricardinho; Matheus Anjos, Rafael Longuine e Rondinelly; Marcão

Técnico: Umberto Louzer

OESTE: Tadeu; Adriano Alves, Jomar, Patrick e Conrado; Lídio, Marciel, Betinho, Mazinho; Marcinho e Pedrinho

Técnico: Roberto Cavalo

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
  • separator
  • comentários
publicidade