0
Logo do Guarani
Foto: Israel Oliveira / Guarani

Guarani

Guarani marca no fim, vence o Boa Esporte e mantém 100% em casa

6 jun 2017
21h21
atualizado às 23h47
  • separator
  • comentários

O Guarani segue mostrando sua força atuando no Brinco de Ouro pela Série B do Campeonato Brasileiro. Nesta terça-feira, o Bugre recebeu o Boa Esporte, em jogo válido pela quinta rodada do torneio, e manteve 100% de aproveitamento em seus domínios ao vencer pelo placar de 2 a 1.

O gol que deu a vitória ao Guarani saiu somente nos minutos finais. Fumagalli abriu o placar para os mandantes no primeiro tempo, mas viu Wesley empatar no início da segunda etapa. Coube a Willian Rocha acertar um cabeceio nos minutos finais e decretar o triunfo do Bugre.

Além da manutenção dos 100% atuando em casa em três jogos disputados, a partida desta terça-feira marcou também o retorno da torcida bugrina ao estádio. O Guarani havia sido punido por brigas na final da Série C do ano passado, justamente diante do Boa Esporte, e teve que atuar por dois confrontos com os portões fechados.

Com o resultado, o Guarani chegou aos nove pontos e saltou na tabela para terminar a rodada no G4 da Série B, ocupando a terceira posição. Já o Boa Esporte estacionou nos cinco pontos e é o 15º colocado.

As duas equipes voltam a campo pela Série B no próximo sábado, às 16h30(de Brasília). O Guarani visita o Paraná, no Durival Britto. Já o Boa Esporte recebe o Juventude, no Estádio Municipal de Varginha.

O jogo - A partida teve início e foi o Guarani quem teve a primeira grande chance. Aos nove minutos, Fumagalli cobrou escanteio fechado da esquerda, o zagueiro Josué desviou para trás e quase marcou gol contra.

Nos minutos seguintes, porém, foi o Boa Esporte quem dominou a partida. Aos 19 minutos, Rodolfo arrancou do campo de defesa em velocidade, conduziu até a entrada da área e finalizou. O chute, porém, foi fraco, sendo facilmente defendido por Leandro Santos.

Pouco depois, aos 21, Fellipe Matheus ficou com a sobra de bola em posição parecida. Desta vez, porém, o meia da equipe mineira mandou uma bomba e obrigou Leandro Santos a espalmar para escanteio.

Após ver os visitantes pressionarem, o Guarani teve sua primeira finalização aos 29 minutos. Eliandro ficou com a sobra de bola dentro da área após batida de escanteio e recebeu de frente para o gol. O atacante tentou tirar o chute dos diversos marcadores que estavam em sua frente, mas acabou mandando por cima do travessão.

Nos minutos seguintes, o Guarani ensaiou uma pressão desordenada em busca do gol, que foi suficiente para a abertura do placar. Aos 45 minutos, Claudinho cruzou rasteiro e a bola chegou até a entrada da área para Fumagalli. O meia finalizou e ainda contou com um desvio para o chute morrer no fundo da rede, dando vantagem ao Bugre antes do intervalo.

Assim como na primeira etapa, foi o Guarani quem teve a primeira boa chance. Aos nove, Lenon cruzou para a área e Claudinho se antecipou para finalizar. A bola tinha endereço, mas foi bloqueada pelo zagueiro Josué no momento certo.

Poucos minutos depois, o Boa Esporte conseguiu chegar ao empate. Aos 16, Evandro errou na saída de bola e entregou no pé de Felipe Mattione. O lateral cruzou na cabeça de Wesley, que se antecipou à marcação de Diego Jussani e testou no cantinho para deixou tudo igual.

Após o gol do Boa Esporte, o jogo ficou morno. O Guarani tinha mais disposição para buscar o gol da vitória, mas não era efetivo, parando na marcação da equipe mineira, que usava os contra-ataques para criar suas chances.

Apesar das dificuldades, o Guarani aproveitou uma de suas poucas chances e saiu com a vitória. Aos 43 minutos, Juninho recebeu a bola após cobrança de falta curta e mandou para a área. Lá estava Willian Rocha, que havia entrado no segundo tempo, para desviar a bola de cabeça e balançar as redes para definir o placar de 2 a 1 no Brinco de Ouro.

FICHA TÉCNICA

GUARANI 2×1 BOA ESPORTE

Local: Estádio Brinco de Ouro, em Campinas (SP)

Data: 06 de junho de 2017, terça-feira

Horário: 19h15 (de Brasília)

Árbitro: Marielson Alves Silva (BA)

Assistentes: Marcos Welb Rocha de Amorim (BA) e José Carlos Oliveira dos Santos (BA)

Público: 2.847 pagantes

Renda: R$ 37.730,00

Cartões Amarelos: Genílson e Bruno Nazário(Guarani); Josué(Boa Esporte)

Cartões Vermelhos: Nenhum

GOLS:

GUARANI - Fumagalli, aos 45 minutos do primeiro tempo, e Willian Rocha, aos 43 minutos do segundo tempo

BOA ESPORTE - Wesley, aos 16 minutos do segundo tempo

GUARANI: Leandro Santos; Lenon, Genilson(Willian Rocha), Diego Jussani e Salomão; Evandro, Auremir, Bruno Nazário, Fumagalli(Juninho) e Claudinho(Braian Samudio); e Eliandro

Técnico: Vadão

BOA ESPORTE: Luan Polli; Felipe Mattioni, Josué, Júlio Santos e Paulinho; Léo Baiano(Geandro), Eduardinho(Alisson), Fellipe Matheus e Ramon; Rodolfo(Reis) e Wesley

Técnico: Julinho Camargo

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade