1 evento ao vivo

Milagre! Guarani reverte desvantagem de 4 a 0 e bate ABC

23 out 2016
23h02
atualizado em 24/10/2016 às 10h05
  • separator
  • comentários

O Brinco de Ouro presenciou uma partida histórica neste domingo. O Guarani recebeu o ABC, no jogo de volta das semifinais da Série C do Campeonato Brasileiro, precisando vencer por cinco gols de diferença para avançar à final. Em partida extraordinária, o Bugre não só conseguiu o feito milagroso, como o fez vencendo pelo placar de 6 a 0.

A atuação histórica teve como principal nome do Bugre o ídolo Fumagalli. Em atuação de gala, o meia do Guarani marcou três gols e ainda deu uma assistência. Leandro Amaro, Pipico e Alex Santana completaram a grande goleada da equipe de Campinas.

O veterano meia Fumagalli foi o destaque da virada milagrosa do Guarani
O veterano meia Fumagalli foi o destaque da virada milagrosa do Guarani
Foto: Divulgação/Guarani

Com a classificação, o Guarani vai à final para enfrentar o Boa Esporte, que garantiu vaga na decisão após eliminar o Juventude nas semifinais.

As finais estão previamente marcadas para os dois próximos finais de semana, nos dias 29 de outubro (sábado) e 06 de novembro (domingo). O horário e os locais das partidas ainda serão definidos nos próximos dias.

O jogo - Precisando de um milagre para conseguir a classificação, o Guarani iniciou a partida mostrando que estava determinado a surpreender. Logo aos oito minutos de jogo, Fumagalli cobrou falta na área e Leandro Amaro subiu mais alto que todo mundo para cabecear e colocar o Bugre em vantagem.

Animado, a equipe paulista quase ampliou na sequência. Aos 11, Lenon arriscou de longa distância e acertou uma bomba que passou muito perto do ângulo, indo para fora por muito pouco.

Se não fez neste lance, o Guarani não demorou para chegar ao segundo gol. Aos 24 minutos, Fumagalli cobrou falta com perfeição por cima da barreira e acertou o ângulo para renovar ainda mais as esperanças do Bugre.

Logo na sequência, aos 26, a equipe de Campinas quase viu um balde de água fria ser jogado em sua cabeça. Erivelton avançou pela direita, cruzou rasteiro e Jones Carioca ficou livre para marcar. O atacante do ABC, porém, mandou na trave e perdeu grande chance.

Na sequência, foi a vez do Guarani acertar o poste. Em nova cobrança de falta, desta vez aos 30 minutos, Fumagalli mandou uma pancada e carimbou o travessão.

Antes do intervalo, aos 31, ainda deu tempo de Jones Carioca ser expulso por reclamação e deixar o ABC com um a menos.

Animado por ver o milagre cada vez mais perto, o Guarani voltou com tudo para a segunda etapa e não demorou para fazer o terceiro. Aos três minutos, Fumagalli aproveitou cruzamento de Gilton e finalizou da entrada da área. A bola ainda desviou na zaga e foi morrer no fundo do gol.

Com o estádio inflamado pelo resultado, o Bugre fez o quarto gol logo depois e novamente com o ídolo Fumagalli. Aos nove, o meia apareceu no meio da zaga e empurrou para as redes para fazer o terceiro dele e deixar tudo igual na decisão da semifinal.

A partida seguiu tensa nos minutos seguintes, com o Guarani mantendo a superioridade, mas sem conseguir fazer o gol da classificação. Aos 24, o Bugre chegou a carimbar a trave em pancada de Pipico.

O gol salvador, no entanto, veio. Aos 31, Alex Santana disparou pelo meio-campo, acertou um lindo chute da entrada da área e estufou as redes para consolidar o milagre no Brinco de Ouro.

Aos 34 minutos, ainda deu tempo de Lenon encontrar Pipico dentro área e o atacante cabecear para fazer o sexto do Guarani e encerrar o feito histórico em Campinas.

 

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
  • separator
  • comentários
publicidade