0

Em jogo cheio de falhas, Guarani vence o Vitória e acaba com jejum

13 mai 2019
22h22
atualizado em 15/5/2019 às 08h34
  • separator
  • 0
  • comentários

Na partida que fechou a terceira rodada da Série B do Campeonato Brasileiro, o Guarani venceu o Vitória nesta segunda-feira, pelo placar de 3 a 2, no Brinco de Ouro, e deu fim a um jejum de oito partidas sem vencer. O jogo foi marcado por muitas falhas de ambos os times e decidido por dois gols seguidos do clube de Campinas no começo do segundo tempo. Diego Cardoso, Mateusinho e Arthur Rezende marcaram para os mandantes, enquanto Neto Baiano e Everton Sena fizeram para o rubro-negro.

Com o resultado, o Guarani conquista sua primeira vitória no campeonato e salta para a décima posição, com quatro pontos. O Vitória, por sua vez, desce para o 12º lugar, com apenas três pontos. Os baianos ainda não conseguiram somar pontos fora de Salvador e perderam sua segunda partida como visitantes justamente no dia em que o clube completa 120 anos.

Pela quarta rodada da segunda divisão, o Bugre visita o Paraná, no Durival de Britto, em partida marcada para o próximo sábado (18), às 16h30 (de Brasília). Já o Vitória recebe o São Bento no Barradão, no mesmo dia e horário.

O jogo

A partida começou com grande chance do Guarani, logo no primeiro minuto. Arthur Rezende cobrou falta na entrada da área e Ferreira cabeceou, exigindo grande defesa de Caíque. Aos 12 minutos, mais uma boa chegada do Bugre, dessa vez com Xandão. O zagueiro aproveitou cobrança de escanteio de Mateusinho e mandou para fora de cabeça.

Porém, um minuto depois, uma falha de Inácio criou perigo para a defesa do Guarani. O lateral perdeu a bola para Felipe Garcia no lado esquerdo, o atacante cruzou rasteiro para Neto Baiano, que tentou, mas não alcançou.

Aos 29 minutos, mais um erro da defesa do clube campineiro, mas, dessa vez, o Vitória não desperdiçou. Giovanni cobrou tiro de meta curto para Xandão, porém o zagueiro dominou errado e perdeu a bola para Felipe Garcia. Neto Baiano aproveitou a sobra e mandou para o gol, abrindo o placar no Brinco de Ouro.

Cinco minutos depois, foi a vez de um jogador rubro-negro falhar. Lenon cruzou na área e a bola desviou em Everton Sena, ficando fácil para o goleiro Caíque. O arqueiro, no entanto, deixou escapar, sobrando limpa para Diego Cardoso empatar para os donos da casa.

A resposta do Vitória veio com Everton Sena, que cabeceou após cobrança de falta de Andrigo, mas jogou para fora do gol. O empate permaneceu até o final da primeira etapa.

Na volta do intervalo, o Guarani quase virou a partida em um chute de longe de Ricardinho, mas Caíque, de mão trocada, fez uma bela defesa e evitou o segundo gol dos mandantes. O Vitória também tentou com Matheus Rocha, que recebeu de Andrigo e chutou bonito, mas parou em Giovanni.

Contudo, quem tirou a igualdade do placar foi o Bugre, com dois gols em um intervalo de três minutos. Aos sete, Inácio fez ótima jogada pela esquerda e cruzou para a área. A bola resvalou em Capa e sobrou para Mateusinho mandar para o fundo das redes e colocar o Guarani na frente. Aos nove minutos, Ricardinho rolou para Arthur Rezende, que chutou de primeira e contou com o desvio da defesa do clube baiano para ampliar o placar.

No último minuto do tempo normal, o Vitória ainda conseguiu diminuir com Everton Sena, de cabeça, mas os esforços não foram suficientes para chegar ao empate.

FICHA TÉCNICA

GUARANI X VITÓRIA

Local: Brinco de Ouro, Campinas (SP)

Data: Segunda-feira, 13 de maio

Horário: 20h (de Brasília)

Árbitro: Felipe Fernandes de Lima (MG)

Assistentes: Marcus Vinicius Gomes (MG) e Frederico Soares Vilarinho (MG)

Cartões amarelos: Ferreira, Arthur Rezende, Deivid Souza (Guarani); Ruan Levine, Nickson (Vitória)

Gols: Diego Cardoso, aos 34 minutos do primeiro tempo; Mateusinho, aos 7 minutos do segundo tempo; Arthur Rezende, aos 9 minutos do segundo tempo (Guarani); Neto Baiano, aos 29 minutos do primeiro tempo; Everton Sena, aos 44 minutos do segundo tempo (Vitória)

GUARANI: Giovanni; Lenon, Ferreira, Xandão e Inácio; Deivid, Ricardinho e Arthur Rezende; Eder Luis (Felipe Amorim), Diego Cardoso (Renan) e Mateusinho (Deivid Souza).

Técnico: Evandro Guimarães

VITÓRIA: Caíque; Matheus Rocha, Everton Sena, Victor Ramos e Capa; Léo Gomes (Rodrigo Andrade), Gabriel Bispo e Andrigo (Nickson); Ruan Levine, Felipe Garcia (ítalo) e Neto Baiano.

Técnico: Cláudio Tencati

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade