8 eventos ao vivo

Após derrota "vergonhosa", Guarani demite o técnico Osmar Loss

16 mar 2019
21h42
atualizado às 21h42
  • separator
  • 0
  • comentários

Osmar Loss não resistiu à superioridade demonstrada pela Ponte Preta na noite deste sábado, no Moisés Lucarelli. Depois de ser derrotado por 3 a 0 pela principal rival, o treinador foi demitido ainda no vestiário do comando do Guarani. O anúncio foi feito pelo presidente do clube, Palmeron Mendes Filho, acompanhado do diretor de futebol, Fumagalli.

"Nós fizemos uma rápida reunião com o pessoal do futebol, e, infelizmente acabou o ciclo, precisamos começar o planejamento da Série B. Foi uma derrota vergonhosa", classificou o mandatário, explicando que o auxiliar técnico Marco Antônio comandará a equipe no último jogo da fase de grupos, contra o Red Bull, na quarta-feira. "Foi uma vergonha hoje (sábado)", complementou Fumagalli.

Na avaliação de Palmeron, que acertou a chegada de Loss ainda no final do ano passado, com o projeto de o ex-corintiano comandar o Bugre na tentativa de voltar à Série A do Campeonato Brasileiro, o revés foi sintomático para a saída do técnico.

"A decisão está sendo tomada no momento certo, após o término do jogo. Nós assistimos ao jogo. Nosso objetivo é o acesso à Série A, situação ficou insustentável, tudo pesou. O Guarani não pode estacionar em 14 pontos. Agradecemos muito, ele se dedicou, mas é momento de mudança", concluiu, sem definição de quem assumirá o comando. Depois do Red Bull, o Guarani só volta a jogar no final de abril, na estreia da Série B.

Ao todo, Osmar Loss comandou o Bugre em 12 jogos, com quatro vitórias, dois empates e seis derrotas, sendo eliminado na fase de grupos do Campeonato Paulista, justamente no revés diante da Macaca, e na primeira fase da Copa do Brasil, sendo derrotado pelo Avenida-RS.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade