3 eventos ao vivo
Logo do Goiás
Foto: Divulgação

Goiás

Goiás vacila em casa, só empata com Brasil-RS e mantém jejum na Série B

26 mai 2017
23h40
  • separator
  • comentários

O Goiás recebeu o Brasil de Pelotas na noite dessa sexta-feira com a missão de vencer a primeira no Campeonato Brasileiro da Série B e ganhar, assim, um pouco de tranquilidade para trabalhar. Os gaúchos, no entanto, conseguiram segurar os donos da casa, no Serra Dourada, e arrancaram um empate por 1 a 1 no duelo válido pela terceira rodada do nacional de acesso à elite.

Se para o Brasil-RS a situação já é complicada, com apenas dois pontos, provisoriamente na 14ª posição, o Goiás vive momento ainda pior, pois soma os mesmos dois pontos, ocupa uma posição abaixo e já fez quatro jogos. Seu duelo pela quarta rodada foi adiantado e culminou com a derrota por 2 a 0 frente ao Paraná.

O jogo

Diante de tanta pressão, tudo o que o Goiás precisava era de um gol logo no começo para ter mais tranquilidade para jogar. E disso o Esmeraldino não pode reclamar, pois no primeiro escanteio da partida, com apenas dois minutos de bola rolando no relógio, Alex Alves se antecipou na primeira trave e estufou as redes.

Mas, quando a fase não é boa…. O Brasil de Pelotas deu a saída de bola e foi fatal. Marlon deixou Elias cara a cara com Marcelo Rangel. O meia acabou dando sorte na dividida e serviu Bruno Lopes, que diante do gol vazio, só teve o trabalho de empurrar a bola para o gol.

A irritação de todos no Goiás foi inevitável. Porém, mesmo assim a equipe se mostrou forte psicologicamente e partiu para cima do adversário. Aos 18, Léo Gamalho acabou derrubado por Éder. Pênalti. Nova chance de ficar à frente. Mas, quando a fase não é boa… O próprio Léo Gamalho foi para a cobrança e Eduardo Martini buscou a bola no cantinho.

Até o intervalo, foi um verdadeiro massacre do Goiás. Patrick desperdiçou uma chance incrível também e o Brasil de Pelotas se segurou como podia. Para piorar a situação dos gaúchos, Teco recebeu o segundo amarelo e, consequentemente, o cartão vermelho na última jogada do primeiro tempo.

No entanto, o Esmeraldino não pôde tirar muita vantagem por ter um jogador a mais em campo, já que logo aos oito minutos o árbitro Pablo dos Santos Alves expulsou Jean Carlos de forma direta, sem muita explicação, diante de um lance normal de jogo.

Com as duas equipes necessitando da vitória e com dez atletas para cada lado, não faltou espaço para os contra-ataques. Apesar disso, nenhum dos ataques teve capacidade para dar ao seu time o gol da vitória.

Agora, o Goiás só volta a campo dia 6 de junho, diante do Santa Cruz, de novo no Serra Dourada. Enquanto isso, o Brasil de Pelotas se prepara para receber o Náutico na terça, no estádio Bento de Freitas.

FICHA TÉCNICA

GOIÁS 1 x 1 BRASIL DE PELOTAS

Local: Estádio Serra Dourada, Goiás (GO)

Data: 26 de maio de 2017, sexta-feira

Horário: 21h30 (Brasília)

Árbitro: Pablo dos Santos Alves (PB)

Assistentes: Tomaz Diniz de Araújo (PB) e Marcio Freire Lopes (PB)

Cartões amarelos: GOIÁS: Willians, Patrick, Carlinhos. BRASIL-RS: Teco (2), Evaldo

Cartões vermelhos: GOIÁS: Jean Carlos. BRASIL-RS: Teco

GOLS:

GOIÁS: Alex Alves, aos 2 minutos do 1T

BRASIL-RS: Bruno Lopes, aos 3 minutos do 1T

GOIÁS: Marcelo Rangel; Tony, David Duarte, Alex Alves e Carlinhos; Willians (Michael), Patrick, Jean Carlos e Tiago Luís (Elyeser); Carlos Eduardo (Aylon) e Léo Gamalho

Técnico: Sérgio Soares

BRASIL DE PELOTAS: Eduardo Martini; Éder Sciola, Leandro Camilo, Teco e Marlon; Leandro Leite, João Afonso, Rafinha (Wagner) e Elias (Marcinho); Rodrigo Silva (Evaldo) e Bruno Lopes

Técnico: Rogério Zimmermann

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade