1 evento ao vivo

Ginastas vibram com medalhas e querem fechar Pan com mais ouros

19 jul 2015
22h20
  • separator
  • 0
  • comentários

Depois do pentacampeonato da equipe e das duas medalhas conquistadas pela Ginástica Rítmica nos Jogos Pan-Americanos de Toronto, as ginastas da Seleção Brasileira destacaram a importância das medalhas e a felicidade ao conquistá-las. Neste domingo, o Brasil conquistou um ouro com a série de cinco fitas em Conjunto, e um bronze, na apresentação individual no arco de Angélica Kvieczynski.

Na apresentação, Angélica conquistou 15,358 pontos, ficando atrás apenas das norte-americanas Laura Zeng e Jasmine Kerber. Nesta segunda-feira, ela estará nas finais de maças e fita e destacou a importância do trabalho para a conquista dos resultados. "Eu estou bem feliz e satisfeita. O nível da competição está alto, mas estou conseguindo ir bem", disse ela.

Enquanto isso, o ouro vencido pelo conjunto foi fruto dos 15,000 pontos conquistados na prova das cinco fitas, que ficou à frente dos Estados Unidos, com 13,283, e do Canadá, com 12,817. Ana Paula Ribeiro, de 26 anos e uma das integrantes do grupo que subiu ao pódio, já planejava encerrar a carreira e destacou a importância do ouro para manter os treinamentos e continuar defendendo o Brasil.

"Eu estou muito realizada. Estou feliz com todas as nossas apresentações e espero continuar assim e ganhar mais um ouro amanhã. Essas medalhas são muito importantes para mim, porque eu já estava encerrando a minha carreira. Não tinha projeto de voltar à Seleção, mas em questão de três meses retornei e, com isso, ao ritmo frenético de treinamento. Agora estou com dois ouros no peito e pretendo disputar os Jogos Olímpicos antes de parar", disse.

O Brasil volta a disputar medalhas na Ginástica Rítmica nesta segunda-feira. Individualmente, Angélica Kvieczynski e Natália Gaudio estão nas finais das maças e da fita. No Conjunto, as brasileiras tentarão o ouro na série dos dois arcos e três pares de maças.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade