0

Falcão marca, e Brasil goleia Paraguai antes de começar o Grand Prix

27 jan 2018
23h20
atualizado às 23h20
  • separator
  • comentários

O Brasil voltou a golear o Paraguai na noite deste sábado, em Fraiburgo, no interior de Santa Catarina. Utilizando os amistosos contra os vizinhos sul-americanos como preparação para o Grand Prix, que acontece entre os dias 29 de janeiro e 4 de fevereiro, em Brusque, o time verde e amarelo teve dificuldades no primeiro tempo, mas se superou na etapa complementar para garantir a goleada por 8 a 3.

Ao contrário do confronto da última quinta-feira, neste sábado o Paraguai dificultou mais a vida dos brasileiros. Logo aos 13 minutos a equipe alvirrubra abriu o placar. Em cobrança de escanteio, a bola desviou em Falcão, que se posicionou em frente à bola para tentar bloquear o cruzamento, e acabou parando no fundo do gol, surpreendendo o goleiro. Porém, pouco depois, o craque do time verde e amarelo se redimiu com uma bomba para igualar o marcador.

Embora os torcedores tenham pensado que a Seleção Brasileira iria deslanchar após o tento de Falcão, foi o Paraguai quem balançou as redes novamente, aos sete minutos, com Hugo Martínez, que arrancou em contra-ataque e bateu cruzado. Coube ao Brasil se reerguer e assegurar a virada com Ferrão, que fez um golaço conduzindo a bola de costas, fazendo o giro e batendo firme, e Leandro Lino, que invadiu a área já dominando e batendo forte para colocar os donos da casa na frente pela primeira vez na partida.

Já no segundo tempo a história foi completamente outra. A conversa do técnico Marquinhos Xavier com seus comandados surtiu efeito em quadra, e os jogadores atropelaram o Paraguai no trecho final do confronto. Com dois minutos de jogo Daniel Japonês fez grande jogada individual, deixando um marcador no chão e batendo forte para ampliar o placar. Em seguida, os paraguaios descontaram em mais um gol contra do Brasil, desta vez marcado por Pito. No entanto, assim como Falcão, o jogador se redimiu e balançou as redes, mas antes foi a vez de Jackson balançar as redes. Na sequência, Rodrigo e Daniel Japonês, novamente, fecharam a conta para a Seleção.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
  • separator
  • comentários
publicidade