0

Zé Ricardo prevê duelo 'duro' com Bahia: 'Eles são muito fortes em Salvador'

Técnico deixa no ar a possibilidade de poupar alguns jogador na próxima rodada do Brasileirão

19 set 2018
14h35
atualizado às 14h35
  • separator
  • comentários

Bahia e Botafogo realizam campanhas muito semelhantes no Campeonato Brasileiro. Após 25 rodadas, as equipes somam 29 pontos. Ambos os times acumulam sete vitórias, oito empates e dez derrotas. É este equilíbrio que o técnico botafoguense Zé Ricardo espera para o duelo desta quinta-feira, às 21h45, na Fonte Nova, em Salvador, pelo jogo de ida das oitavas de final da Copa Sul-Americana.

"Temos que estar bem concentrados porque a equipe deles é bem competitiva, além de ser uma grande força em Salvador", disse o treinador, que não revelou o substituto de Erik, impedido de atuar na competição por já ter defendido o Atlético-MG. "Luiz Fernando ou Rodrigo Pimpão", disse Zé Ricardo, que concorda com a pressão exercida por parte dos torcedores.

O treinador quer ver a sua equipe compensando no torneio internacional a fraca campanha no Brasileirão. "O que entendo é que a torcida tem razão e temos ambições na Sul-Americana. Temos que ter os pés no chão e avaliar para minimizar qualquer tipo de lesão. O time que entrar irá com força máxima por uma vantagem no Rio", declarou Zé Ricardo, mantendo o mistério.

O técnico valorizou a semana de treinos que a equipe teve antes da rodada do fim de semana, ao indicar que o Botafogo vai em boa forma física para o duelo desta quinta. "Tivemos semana inteira antes do jogo com o América. Teremos outra depois do jogo com o Vitória", afirmou, referindo-se ao compromisso de domingo também na capital baiana pelo Campeonato Brasileiro.

Zé Ricardo também falou sobre a ausência de Renatinho e Marcos Vinícius. "Estamos com muita expectativa para que na semana seguinte eles possam estar parcialmente para um pedaço do jogo com o São Paulo. São superimportantes, a gente sente por não contar com eles." Botafogo e Bahia vão disputar o jogo de volta no dia 3 de outubro, às 21h45, no Engenhão.

Estadão

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade