8 eventos ao vivo

Victor vê clássico como grande teste e exalta chegada de estrangeiros ao Atlético

Equipe encara o Cruzeiro dia 11 de julho, pelas quartas de final da Copa do Brasil

1 jul 2019
10h26
atualizado às 10h32
  • separator
  • 0
  • comentários

O período de quase um mês sem compromissos oficiais para o Atlético Mineiro será encerrado com a disputa de um clássico por uma competição mata-mata. Sem entrar em campo desde 13 de junho, o time voltará a jogar em 11 de julho, quando vai encarar o Cruzeiro, no Mineirão, pelo duelo de ida das quartas de final da Copa do Brasil, em compromisso visto pelo goleiro Victor como um importante teste para a segunda metade da temporada.

"É um grande teste para todos os clubes envolvidos na Copa do Brasil. Aqui, ganhou um ingrediente a mais por ser um clássico. Para jogar um mata-mata logo no primeiro compromisso, será importante estar concentrado e bem preparado", afirmou Victor, em entrevista coletiva na manhã desta segunda-feira na Cidade do Galo.

Quando as competições forem retomadas, o Atlético-MG terá três novidades no elenco: o lateral-esquerdo uruguaio Lucas Hernández e o volante paraguaio Ramón Martínez, ambos recém-contratados pelo clube, além do meia venezuelano Otero, de volta ao clube após atuar por empréstimo pelo Al-Wehda, dos Emirados Árabes Unidos.

Um dos líderes do elenco, Victor garante que tem atuado para ajudar na adaptação dos estrangeiros ao Atlético-MG e celebrou o retorno de Otero ao clube. "É importante acolhê-los, dar tranquilidade para eles trabalharem, ajudando a se adaptar. Todos que chegam para agregar é válido. Sabemos a capacidade e o potencial do Otero, principalmente nas bolas paradas", disse.

A retomada do calendário após a Copa América contará com uma sequência de compromissos importantes para o Atlético-MG. Afinal, além dos duelos pela Copa do Brasil, terá o Botafogo pela frente na Sul-Americana e ainda atuará pelo Campeonato Brasileiro.

Victor destacou que a maratona dará chances a todo o elenco, que precisará mostrar qualidade para que o Atlético-MG supere os seus desafios. "É quando você precisa ter um elenco forte, com todos bem preparados e em alto nível competitivo para dar conta", comentou.

Estadão
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade