1 evento ao vivo

Vasco tenta espantar má fase em Chapecó, mas prega respeito ao time da casa

Confronto direto opõe um dos piores mandantes e um dos piores visitantes do Campeonato Brasileiro

14 set 2019
13h17
atualizado às 13h17
  • separator
  • 0
  • comentários

Não é segredo para ninguém que o Vasco não vive um bom momento no Campeonato Brasileiro e tem um adversário na 19.ª rodada que em outras épocas poderia ser considerado dos mais indigestos: a Chapecoense na Arena Condá. A péssima fase da equipe catarinense, no entanto, indica uma boa chance de redenção para os cariocas no jogo, marcado para as 19h deste sábado.

O problema é o péssimo retrospecto jogando fora de São Januário, situação em que só saiu de campo vencedor uma vez (contra o Goiás) em oito oportunidades na atual edição da competição. Com 20 pontos e ocupando o 15º lugar, o time comandado por Vanderlei Luxemburgo tenta retomar o bom início sob a direção do experiente treinador.

Outrora temido em seus domínios, o adversário deste sábado, por sua vez, só venceu duas vezes jogando em casa. Foram nove partidas que somaram ainda quatro derrotas e três empates, desempenho que tem contribuído decisivamente para a péssima campanha da equipe do interino Emerson Cris: é a penúltima colocada, com 14 pontos.

Para o goleiro vascaíno Fernando Miguel, a suposta fragilidade do time de Chapecó não é nem sequer considerada por sua equipe. "O cenário da Chapecoense não pode interferir na nossa forma de jogar. Vai ser um jogo duro, não tenha dúvida. Jogar em Chapecó sempre foi difícil, independentemente do momento que a Chapecoense vive. É uma equipe que não se entrega e procura sempre jogar no limite", analisou o camisa 1.

Se vai contar mais uma vez com a experiência de Miguel debaixo das traves para buscar uma vitória que não vem há duas rodadas - a última foi diante do São Paulo, pela 16.ª -, a equipe do Rio não poderá contar com a força de Yago Pikachu, que está suspenso. Em seu lugar deve entrar Raul Cáceres. Na outra lateral, a mudança pode ocorrer por opção de Luxemburgo. Danilo Barcelos tem boas chances de ganhar nova chance no lugar de Henrique.

No meio campo, Richard retorna à equipe após cumprir suspensão na derrota do último fim de semana em São Januário para o Bahia e fará companhia a Raul e Marcos Junior no setor. Mais à frente, quem também volta é o garoto Talles Magno, ausente na rodada anterior pelo mesmo motivo. A dúvida no ataque fica por conta da disputa entre Marrony e Ribamar, pois este chegou a treinar em coletivo nesta sexta-feira, ainda no Rio, com a equipe titular.

Estadão
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade