0

Técnico exalta espírito de luta do Japão e diz que faltou pouco para vencer

Hajime Moriyasu elogia elenco que conseguiu empate com o Uruguai sendo prejudicada pelo VAR

20 jun 2019
23h47
  • separator
  • 0
  • comentários

O técnico da seleção do Japão, Hajime Moriyasu, exaltou o espírito de luta da equipe no empate por 2 a 2 com o Uruguai, nesta quinta-feira, e avaliou que a sua equipe poderia até mesmo ter conquistado a vitória no compromisso válido pela segunda rodada do Grupo C e disputado na Arena do Grêmio, em Porto Alegre.

"Poderíamos ter vencido. Na volta dos jogadores ao vestiário, via neles um pouco de frustração porque sentiam que faltou pouco para vencê-los", afirmou o treinador, que viu a sua seleção ficar duas vezes em vantagem no confronto com os uruguaios.

Satisfeito com o desempenho de seus jogadores, Moriyasu apontou que os japoneses não se intimidaram por encarar o favorito Uruguai, fazendo um confronto equilibrado e cheio de oportunidades de gol.

"Conseguimos jogar de igual para igual contra eles. Conseguimos suportá-los e resistir a eles. Também marcamos dois gols. Eu quero parabenizá-los pela sua força e atuação", comentou Moriyasu, que trouxe ao Brasil um jovem elenco, que deverá ser a base do time que disputará os Jogos Olímpicos de Tóquio, em 2020.

Embora não tenha conseguido vencer, o empate com o Uruguai representou uma recuperação para a seleção japonesa, afinal, a equipe havia sido goleada pelo Chile por 4 a 0 em sua estreia na Copa América. E o treinador exaltou a evolução dos seus jogadores. "Tivemos melhoras na defesa, e no ataque jogamos mais pelos lados. Tivemos melhoras tanto no ataque como na defesa", concluiu.

Com um ponto somado, o Japão tem chances de classificação às quartas de final da Copa América. Na segunda-feira, vai enfrentar o Equador, no Mineirão, pela última rodada do Grupo C.

Estadão
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade