0

Talismã entra e garante classificação sofrida do São Paulo

13 jan 2018
23h03
atualizado em 14/1/2018 às 19h19
  • separator
  • comentários

O São Paulo contou com a estrela do técnico André Jardine e do talismã Fabinho para garantir vaga nas oitavas de final da Copa São Paulo de Futebol Júnior. Na noite desse sábado, o Tricolor do Morumbi bateu o Botafogo-SP no estádio Santa Cruz, em Ribeirão Preto, por 1 a 0. Agora, os meninos de Cotia vão enfrentar o Cruzeiro, que mais cedo eliminou o Paraná nos pênaltis, depois de um empate por 1 a 1 no tempo normal. O duelo será disputado segunda-feira, ainda sem horário definido, no estádio Santa Cruz, onde o São Paulo jogou todos os seus jogos até aqui na competição Sub-20.

Lance durante a partida entre São Paulo e Botafogo SP
Lance durante a partida entre São Paulo e Botafogo SP
Foto: Futura Press

Bem diferente do encontro entre as equipes na primeira fase, quando o Tricolor do Morumbi goleou por 4 a 0, dessa vez o Botafogo resolveu se fechar para não correr o mesmo risco. E a estratégia complicou o time de André Jardine. O São Paulo até obteve mais a posse da bola, mas não encontrou os espaços.

Com exceção ao primeiro minuto de jogo, quando o São Paulo esteve perto de abrir o placar, a maior parte da etapa inicial sequer teve algum lance de perigo. Pior que isso. Em determinado momento, um gandula entrou em discussão com o lateral Liziero e chegou a chutar o reserva são-paulino Bruno Dip antes de ser expulso em cena bizarra.

Logo na sequência da confusão, pouco antes do intervalo, Igor Gomes levantou os torcedores com um chute de fora da área, que acabou desviando no meio do caminho, tocando na mão do goleiro Peterson antes de explodir na trave.

De qualquer forma, foi no segundo tempo que o Tricolor do Morumbi se encontrou. André Jardine colocou Bruno Dip na lateral esquerda, deslocou Liziero para o meio na vaga de Cássio e levou Toró para a ponta esquerda. A melhora da equipe foi nítida e ficou ainda mais gritante quando o veloz Fabinho entrou na vaga do centroavante Gabriel Novaes.

Virou ataque contra defesa até que Fabinho, que já havia acertado a trave há pouco, soube se posicionar dentro da área para escorar cruzamento de Toró em jogada iniciada por Liziero. Foi o terceiro gol do jovem depois de entrar no segundo tempo. Já virou talismã de Jardine.

Mesmo com a derrota parcial, o Botafogo não conseguiu reunir forças para reagir. O São Paulo esteve mais perto do segundo gol do que de sofrer um empate. E assim o jogo se encaminhou até o apito final.

Veja também:

 

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade