2 eventos ao vivo

Atlético-PR leva virada do Cruzeiro, perde pênalti e avança

9 mar 2016
21h42
atualizado às 22h35
  • separator
  • 0
  • comentários

A classificação veio, mas não foi do jeito que Paulo Autuori queria. Das arquibancadas do Mineirão, o recém-contratado técnico do Furacão viu seus novos comandados sofrerem a virada dos reservas do Cruzeiro e ainda teve tempo de ver o meia Nikão perder um pênalti no final da partida. A derrota por 2 a 1 só não foi mais lamentada pelo Atlético-PR, porque, com o empate entre Flamengo e Figueirense, o time paranaense garantiu classificação para as semifinais, ao menos, na segunda colocação do grupo A.

Foto: Thomas Santos/Agif / Gazeta Press

Pelo lado do Cruzeiro, a eliminação precoce da Primeira Liga pelo menos foi amenizada com a vitória desta quarta-feira, a única da equipe celeste na competição. O ponto negativo da partida ficou por conta do público, 4.476 pagantes, o pior público da história do novo Mineirão.

O Jogo – Tendo o empate como placar favorável, o Atlético-PR optou por se fechar no campo de defesa, dando a bola ao Cruzeiro que, com uma equipe desentrosada e recheada de reservas, tinha muitas dificuldades para armar jogadas ofensivas. Diante disso, a partida no primeiro tempo foi extremamente lenta, apresentando duas equipes muito pouco inspiradas em campo.

A primeira finalização em direção ao gol foi acontecer apenas aos 30 minutos, em arremate de longa distância do uruguaio Gino. O clima morno e, até certo ponto, entediante do jogo no Mineirão, contudo, acabou quebrado três minutos depois, após Pablo aproveitar falha da zaga cruzeirense e bater no canto, abrindo o placar.

Foto: Daniel Teobaldo / Futura Press

Ao contrário do que se esperava, o gol do Furacão pouco alterou a velocidade da partida, muito em razão da atuação muito ruim do Cruzeiro, que não mostrava qualidade para atacar e exagerava na troca de passes no campo de defesa.

No segundo tempo, o time mineiro tentou se fazer mais incisivo em suas jogadas ofensivas e chegou a ter duas boas oportunidades no começo da etapa final com o zagueiro Bruno Viana e o lateral Fabrício. O começo positivo, contudo, não durou muito, e o Cruzeiro voltou a ficar preso na marcação do Atlético-PR, que não deixava o campo de defesa.

Ainda assim, o Cruzeiro conseguiu empatar o jogo aos 30 minutos. Em contra-ataque veloz, a bola chegou para Fabrício que cruzou para Elber escorar e Douglas Coutinho mandar a bola para dentro das redes. O resultado empolgou o time celeste, que virou quatro minutos depois, em belo chute de Elber.

No final da partida, o Atlético-PR quase empatou, em pênalti marcado nos acréscimos. Porém, Nikão acabou batendo mal, e o goleiro Rafael acabou fazendo a defesa, garantindo a vitória cruzeirense.

FICHA TÉCNICA

CRUZEIRO 2 X 1 ATLÉTICO-PR

Local:Mineirão, em Belo Horizonte (MG)

Data:9 de março de 2016 (quarta-feira)

Horário:19h30 (de Brasília)

Árbitro:Leandro Pedro Vuaden

Assistentes:Rafael da Silva Alves e Leirson Peng Martins

Cartões amarelos: Deivid, Pará, Paulo André, Eduardo e Weverton (Atlético-PR)

GOLS

CRUZEIRO: Douglas Coutinho aos 30 minutos e Elber aos 34 minutos do segundo tempo

ATLÉTICO-PR: Pablo aos 33 minutos do primeiro tempo

CRUZEIRO: Rafael; Fabiano, Bruno Viana, Manoel e Fabrício; Federico Gino, Uillian Correia (Allano), Marciel, Pisano (Alex) e Elber; Douglas Coutinho (Rafael Silva)

Técnico: Deivid

ATLÉTICO-PR:Weverton; Eduardo, Christián Vilches, Paulo André e Pará (Roberto); Deivid, Otávio, Nikão e Marcos Guilherme (Giovanny); Pablo (Anderson Lopes) e Walter.

Técnico:Bruno Pivetti (interino)

 

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade