1 evento ao vivo

STJD pune membros de Brasil-RS e Londrina após confusão

14 nov 2014
18h11
atualizado às 18h22
  • separator
  • 0
  • comentários

O Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) puniu, nesta sexta-feira, 14 pessoas entre jogadores e membros da comissão técnica de Brasil de Pelotas e Londrina, por conta da confusão generalizada na segunda partida das semifinais da Série D do Campeonato Brasileiro.

Do lado da equipe gaúcha, sete jogadores foram punidos: o lateral Brock, o zagueiro Cirilo, o atacante Gustavo Papa, o meia Zotti, o volante Nunes, o meia atacante Éder e o atacante Márcio Jonathan. Todos pegaram três jogos de suspensão - a exceção é de Márcio Jonathan, que levou um ganho de dez partidas. O técnico Rogério Zimmerman não escapou do Tribunal, mas pegou apenas um jogo. O goleiro Eduardo Martini, entretanto, foi absolvido. Na comissão técnica, o preparador físico João Beschonner, o massagista Paulo Sérgio Tatu e o preparador de goleiro Alex Lessa também pegaram três jogos de suspensão.

Com a punição, a equipe gaúcha perde dois titulares para a decisão da Série D, que será realizada neste domingo, em Muriaé-MG, contra o Tombense. Brock - escalado para o lugar de Rafael Fosters - e Cirilo estão fora, além de Zimmerman. No primeiro jogo, o resultado foi 0 a 0 em Pelotas. Pela falta de jogadores, uma vez que quase todos os punidos viajaram com a equipe para o interior de Minas Gerais, o Brasil-RS deverá mandar quatro jogadores diretamente do Rio Grande do Sul para compor o banco.

Em entrevista ao canal Sportv, o técnico Rogério Zimmerman criticou, mas diz respeitar a punição. "Essa decisão quer dizer que se começa um tumulto e tiver gente te batendo, você vai ter que pegar três jogos. Você não pode nem se defender", disse o treinador, aclamado pela imprensa gaúcha como grande responsável pela atuação do Brasil de Pelotas nos últimos anos.

Já o Londrina perdeu dois mandos de campo, que deverão ser cumpridos na Série D de 2015. As duas partidas serão realizadas a, no mínimo, 100 km da cidade no norte paranaense. O clube também jogará os dois jogos seguintes com os portões fechados. Se nenhuma mudança na pena for realizada até lá, o Londrina só jogará em casa e com torcida na 5ª rodada da Série D. O atacante Madison (dois jogos), o volante Anderson (seis partidas) e o lateral Allan Vieira (sete jogos) também foram punidos. O técnico Cláudio Tencatti também foi punido com uma partida de suspensão.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade