0

Spartak de Moscou é punido por racismo de fãs contra Hulk

2 out 2014
09h35
atualizado às 11h44
  • separator
  • 0
  • comentários

O Spartak de Moscou conseguiu uma façanha ao ser o primeiro time a tirar pontos do Zenit no Campeonato Russo. Mas durante o jogo seus torcedores tiveram um comportamento lamentável, imitando macacos e cantando músicas racistas direcionadas ao brasileiro Hulk. Como punição, o time da capital russa não poderá contar com sua torcida na próxima partida, fora de casa, contra o Ural Yekaterinburg.

Foto: Epsilon / Getty Images

A RFU (União de Futebol Russo) avisou que se os atos racistas persistirem na torcida do Spartak, medidas mais drásticas serão tomadas pela organização do Campeonato Russo, que curiosamente suspendeu o zagueiro Samba, do Dínamo de Moscou por dois jogos.

O congolês mostrou o dedo do meio para a torcida do Torpedo Moscou, que também estava sendo racista com ele. A equipe do Torpedo terá que jogar a próxima partida em casa com parte do seu estádio fechado.

Além da punição de não ter torcida visitante no jogo fora de casa (que será a 1.100 Km de Moscou), o Spartak foi multado em 450 mil rublos (R$ 28,1 mil) por conta do racismo direcionado a Hulk.

 

Fonte: Lancepress! Lancepress!
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade