0

Sob forte chuva, Londrina desbanca o Juventude em Caxias do Sul

13 out 2017
23h41
atualizado às 23h41
  • separator
  • 0
  • comentários

Não foi uma boa noite de sexta-feira para o torcedor do Juventude. A forte chuva foi apenas um adendo na derrota do time gaúcho por 2 a 0 para o Londrina. Com um gol no primeiro tempo e outro no segundo, a equipe comandada por Cláudio Tencati ganhou um respiro na Série B e encostou nos clubes que figuram a primeira parte da tabela.

O jogo acabou sendo muito disputado, mas pouco técnico e vistoso. Os dois times abusaram das ligações diretas e aproveitaram a grama molhada para testar os goleiros. Por meio desses casos saíram os tentos do Londrina. Primeiro, Germano fez de cabeça e, depois, Safira arriscou de longe para dar números finais ao duelo. Com a desvantagem no placar, o Juventude ofereceu pouco susto e acabou se perdendo com o revés no marcador.

O JOGO

Os primeiros 45 minutos foram muito disputados, intensos e de muitos lances de perigo para os presentes sob forte chuva. A qualidade do jogo foi prejudicada por conta das poças e obrigou as duas equipes a utilizarem a ligação direta como alternativa. A proposta do Juventude estava bem definida e grande parte dela estava baseada na forte bola aérea do time gaúcho. Pelo lado do Londrina, a estratégia era um jogo mais trabalhado, baseado nas infiltrações, que acabaram não acontecendo como o treinador Cláudio Tencati esperava.

Jogando em casa, a proposta do Juventude era de começar pressionando e tentando "sufocar" o visitante na expectativa de conseguir um gol logo no início. As poucas chegadas do Londrina vinham por meio da bola alçada na área, que pouco assustava.

A primeira grande chance veio com o time do Juventude. Aos 11 minutos, Leilson cobrou falta para área e Micael se antecipou ao goleiro para cabecear e tirar tinta do travessão. O mesmo Micael também tentou marcar com um chgute de longa distância, mas sem sucesso.

Aos 31 minutos o Londrina chegou ao tão esperado gol. A bola aérea, arma letal do Juventude, acabou sendo a forma encontrada pelo visitante para abrir o placar. Negueba cruzou e Carlos Henrique desviou para o meio da área. A bola sobrou livre para Germano que, também de cabeça, completou para o gol e abriu o placar.

A tônica do segundo tempo foi a mesma da primeira etapa. Atrás no placar, o Juventude não encontrava alternativas para furar a defesa do time do Londrina, que fez questão de se soltar aos poucos para aumentar a vantagem. A ligação direta e o chute de longa distância continuaram sendo as fontes dos lances mais perigosos.

Aos dois minutos, os presentes no Estádio Alfredo Jaconi se assustaram com a chegada do visitante. Alisson Safira cruzou rasteiro e Carlos Henrique chegou atrasado para completar o lance.  O cansaço começou a se tornar visível e as chances de gol cessaram consideravelmente. As poucas chances eram provenientes de bolas pouco trabalhadas e chutes que, com o gramado molhado, se tornavam perigosos.

Depois da chuva, veio o banho de água fria no time da casa. Aos 32 minutos, Alisson Safira carregou e chutou de fora da área. A bola ganhou velocidade e enganou o goleiro Matheus, que não conseguiu acertar a defesa e acabou levando o segundo gol na partida.

O time do Juventude sentiu o segundo gol tomado e não deu mais mostras de reação. Quem ainda assustou foi o time do Londrina em, ao menos, duas oportunidades. O resultado final acabou sendo o 2 a 0 e o treinador Gilmar Dal Pozzo foi o grande alvo das críticas e vaias dos torcedores ao final da partida.

FICHA TÉCNICA

JUVENTUDE x LONDRINA

Local: Estádio Alfredo Jaconi, em Caxias do Sul (RS)

Data: Sexta-feira, 13 de outubro de 2017

Horário: 21h30 (de Brasília)

Árbitro: Jailson Macedo Freitas (BA)

Assistentes: Elicarlos Franco de Oliveira (BA) e Dijalma Silva Ferreira Jr. (BA)

CARTÕES AMARELOS:

JUVENTUDE: Tinga, Yuri Mamute

LONDRINA: Jumar, Germano, Negueba, Alisson Safira,

CARTÃO VERMELHO:

JUVENTUDE: Micael, 34 minutos do 2T

GOLS: 

LONDRINA: Germano, aos 31 minutos 1T; Alisson Safira, aos 32 2T

JUVENTUDE: Matheus; Tinga, Domingues, Micael e Bruno Collaço; Fahel, Mateus Santana (Yago), João Paulo (Yuri Mamute) e Leílson; Wesley Natã e Tiago Marques (Wallacer).

Técnico: Gilmar Dal Pozzo

LONDRINA: César; Lucas Ramon, Dirceu, Edson Silva e Ayrton; Germano (Rômulo), Jumar, Jardel; Negueba (Patrick Vieira), Carlos Henrique (Wellisson) e Alisson Safira

Técnico: Cláudio Tencati

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade