1 evento ao vivo

Sem Bravo, Rueda convoca seleção do Chile para buscar tri da Copa América

Goleiro do Manchester City, de 36 anos, não foi chamado após ter um problema com o treinador

27 mai 2019
16h34
  • separator
  • 0
  • comentários

Campeã das últimas duas edições da Copa América - em 2015, em casa, e no ano seguinte, nos Estados Unidos, no torneio em comemoração ao centenário da Conmebol -, a seleção do Chile foi convocada para buscar o tri da competição no Brasil. O técnico colombiano Reinaldo Rueda chamou 23 jogadores, entre eles o atacante Alexis Sánchez, do Manchester United, mas deixou de fora um símbolo do time nas duas conquistas: o goleiro Claudio Bravo.

O jogador do Manchester City, de 36 anos, não atua pela seleção desde outubro de 2017, na partida contra o Brasil, em São Paulo, pela última rodada das Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2018. No início do ano passado, ele pediu dispensa após não poder levar o próprio preparador de goleiros e nunca mais foi convocado por Rueda.

Além de Claudio Bravo, outros dois jogadores que estiveram nas campanhas vencedoras de 2015 e 2016 não jogarão a competição no Brasil, que será de 14 de junho a 7 de julho. São eles: o volante Marcelo Díaz, do Racing (Argentina), e o atacante Edson Puch, do Universidad Católica.

Quem por pouco também não foi convocado por Rueda foi Alexis Sánchez. Atrapalhado por lesões, o jogador de 30 anos participou de 27 partidas pelo Manchester United nesta temporada, das quais apenas 13 foram como titular, e fez dois gols.

O Chile está no Grupo C da Copa América ao lado de Uruguai, Equador e Japão. A estreia é contra os japoneses, no dia 17 de junho, no estádio do Morumbi, em São Paulo. Antes da primeira partida, a seleção faz um amistoso contra o Haiti, no dia 5 de junho.

Confira a lista de convocados do Chile para a Copa América:

Goleiros - Gabriel Arias (Racing-ARG), Brayan Cortés (Colo Colo) e Yerko Urra (Huachipato)

Defensores - Mauricio Isla (Fenerbahçe-TUR), Gary Medel (Besiktas-TUR), Guillermo Maripán (Alavés-ESP), Jean Beausejour (Universidad de Chile), Paulo Díaz (Al Ahli-SAU), Igor Lichnovsky (Cruz Azul-MEX), Óscar Opazo (Colo Colo) e Gonzalo Jara (Estudiantes-ARG)

Meio-campistas - Charles Aránguiz (Bayer Leverkusen-ALE), Arturo Vidal (Barcelona-ESP), Pablo Hernández (Independiente-ARG), Diego Valdés (Santos Laguna-MEX), Erick Pulgar (Bologna-ITA) e Esteban Pavez (Colo Colo)

Atacantes - Nicolás Castillo (América-MEX), Alexis Sánchez (Manchester United-ING), Eduardo Vargas (Tigres-MEX), José Pedro Fuenzalida (Universidad Católica), Junior Fernandes (Antalyaspor-TUR) e Ángelo Sagal (Pachuca-MEX)

Estadão
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade