0

Sasha explica gols de cabeça e não se vê titular do Santos

13 fev 2018
16h20
atualizado às 16h45
  • separator
  • comentários

Com 1,73 m de altura, Eduardo Sasha tem se mostrado um bom cabeceador no Santos. O atacante marcou duas vezes em quatro jogos. Todos pelo alto.

O jogador explica como faz para aproveitar os cruzamentos, mas não se enxerga como um especialista no fundamento. Para ele, é uma questão de oportunidade.

"Eu não tenho altura muito privilegiada, então tento me posicionar da melhor forma possível. Dois gols acabaram saindo de cabeça por causa das oportunidades terem sido em cabeceios… Pude aproveitar bem", disse, em entrevista coletiva nesta terça-feira, no CT Rei Pelé.

Sasha foi titular nos dois últimos jogos do Peixe - contra Palmeiras e Ferroviária -, mas ainda não se vê dono da posição. A polivalência é um de seus trunfos.

"Acho que não tem nada definido pela titularidade. Estou apenas aproveitando as oportunidades que tenho recebido. Fico feliz por esse início da forma que está sendo, mas acho que não tem nada garantido. Me preparei muito pra viver esse momento. Fiz uma boa pré-temporada e isso ajuda a dar o meu melhor dentro de campo. Tenho a evoluir, mas isso é com o decorrer dos jogos e dos treinamentos", opinou.

"Todos os jogadores da frente são versáteis, jogamos na direita, na esquerda, eu também jogo centralizado. É uma boa dor de cabeça para o treinador, independentemente de quem ele escolher", completou.

Mesmo com o retorno de Copete após suspensão, Eduardo Sasha deve ser titular ao lado de Arthur Gomes e Copete no ataque do Santos para enfrentar o São Caetano nesta quarta-feira, às 19h30 (de Brasília), na Vila Belmiro, pela sétima rodada do Campeonato Paulista.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade