PUBLICIDADE

São Paulo sai na frente no Maracanã, mas leva goleada e se complica mais no Brasileiro

Time de Crespo saiu na frente com Arboleda, mas tomou a virada de 5 a 1 no segundo tempo

25 jul 2021 18h19
| atualizado às 23h10
ver comentários
Publicidade

Em tarde inspirada de Bruno Henrique, o São Paulo amargou mais uma derrota no Campeonato Brasileiro e complicou ainda mais a sua situação na competição. Com o revés de 5 a 1 para o Flamengo, o time do Morumbi segue com 11 pontos e perdeu mais uma chance de tentar avançar na classificação. Arboleda abriu o placar no início do segundo tempo, mas Bruno Henrique (3), Gustavo Henrique e Michael fecharam o placar.

A partida jogou por terra uma longa invencibilidade do Tricolor sobre seu adversário. A última vitória flamenguista tinha sido em julho de 2017. Nos últimos nove confrontos foram seis vitórias e três empates para os paulistas.

O resultado evidencia o bom momento do Flamengo sob o comando de Renato Gaúcho. Agora são quatro vitórias e 14 gols marcados desde que ele assumiu a equipe. A equipe da Gávea chegou aos 21 pontos e já encosta no G-4.Os dois times voltam a campo no meio de semana, mas pelas oitavas de final da Copa do Brasil. O São Paulo recebe o Vasco no Morumbi na quarta. Já o Flamengo viaja até Natal para enfrentar o ABC.

O Flamengo iniciou o jogo com a proposta de marcar a saída de bola dos visitantes, mas foi o São Paulo quem criou as melhores oportunidades de gol no começo da partida. Com menos de dez minutos, o time paulista já tinha finalizado em quatro oportunidades. A melhor delas foi com Vitor Bueno após jogada de Marquinhos, obrigando Diego Alves a difícil intervenção.

A resposta do Flamengo veio logo a seguir em arrancada de Arrascaeta que exigiu arrojo de Tiago Volpi. No momento da conclusão, o goleiro são-paulino conseguiu abafar o chute e cedeu o escanteio.

O ritmo da partida foi marcado por essa tendência. O Flamengo tentando sufocar com uma marcação alta, mas sofrendo com a rapidez do São Paulo na transição para o ataque.

Mais objetivo, a equipe do Morumbi conseguiu achar espaços na defesa rubro-negra e seguiu levando perigo. Até a primeira metade da etapa inicial, o time de Crespo arriscou seis chutes a gol contra apenas um dos mandantes.

Diante da superioridade do São Paulo, o Flamengo ajustou a marcação e equilibrou as ações. E foi o momento de Tiago Volpi aparecer. Em dois lances seguidos, ele fez duas boas defesas em arremates de Bruno Henrique e Gabigol.

O Flamengo ganhou confiança, seguiu criando mais oportunidades, mas o São Paulo soube esfriar o ímpeto dos atacantes rubro-negros. A etapa final terminou com uma boa chance para cada time. Rodrigo Nestor chutou com perigo e Filipe Luís mandou a escanteio. Já nos acréscimos, Matheuzinho se aproveitou de erro de Gabriel Sara, entrou na área e obrigou Volpi a bela defesa.

Na volta do intervalo, o jogo começou na mesma intensidade da primeira etapa e o São Paulo logo abriu o placar. No escanteio cobrado da direita, Arboleda subiu na pequena área e fez 1 a 0.

O Flamengo foi para cima em busca da igualdade e até conseguiu o empate aos 9min. No entanto, o juiz anulou o lance por mão na bola de Bruno Henrique.

Aos 24min, no entanto, o time da casa chegou ao empate. Arrascaeta jogou a bola na área e Bruno Henrique entrou livre para empurrar para as redes e decretar o empate na partida. O São Paulo sentiu o golpe após o gol de empate e relaxou na marcação. E num belo lance individual, Bruno Henrique mandou no ângulo colocando o Flamengo na frente.

Crespo deu a resposta e colocou o Benítez em campo para tentar tornar o São Paulo mais criativo. Mas quem acabou balançando a rede foi novamente o Flaqmengo. E de novo com Bruno Henrique.

No final, Gustavo Henrique estabeleceu a goleada na partida. Aos 40min, ele aproveitou um cruzamente e só completou para o fundo do gol fazendo 4 a 1. Aos 46min ainda teve mais um gol. Michael dividiu o lance com a zaga, a bola encobriu Tiago Volpi e entrou. O juiz acabou dando gol contra para Wellington.

Cai o último invicto do campeonato

No duelo que reuniu duas equipes da ponta de cima da tabela, o Fortaleza venceu o Red Bull Bragantino por 1 a 0, neste domingo, na Arena Castelão, em Fortaleza. Com a vitória, a quarta seguida no Campeonato Brasileiro, a equipe do técnico Juan Vojvoda alcançou os 27 pontos e se manteve na terceira posição da tabela.

O triunfo do time cearense foi conquistado pelos pés de Róbson, que balançou as redes do goleiro Cleiton aos 12 do primeiro tempo. O Red Bull Bragantino se lançou ao ataque na segunda etapa, mas não conseguiu superar Marcelo Boeck e a defesa dos mandantes para evitar a primeira derrota no campeonato. A vitória garantiu ao Fortaleza a melhor campanha como mandante da Série A (90,5% de aproveitamento) e, apesar da derrota, o Bragantino continua sendo o melhor visitante do torneio.

Na próxima rodada, o Fortaleza vai enfrentar o Ceará na Arena Castelão, domingo, às 20h30. E o Red Bull Bragantino receberá o Grêmio, no estádio Nabi Abi Chedid, em Bragança Paulista, no sábado, às 21 horas.

SANTOS SOFRE REVÉS NA VILA

O Santos pressionou, finalizou mais de trinta vezes e chegar a acertar a trave em duas ocasiões, mas acabou derrotado pelo Atlético-GO na Vila Belmiro por 1 a 0. O resultado encerra uma sequência de onze jogos do time alvinegro na Vila Belmiro.

O único gol da partida foi marcado por Zé Roberto, de pênalti, ainda no primeiro tempo. Depois, começou o bombardeio do time santista, que acabou sendo infrutífero. O Santos caiu para a 11ª colocação, com 16 pontos, enquanto o time goiano está na oitava posição, com 18 pontos ganhos.

ATHLETICO-PR REAGE E PIORA CRISE DO INTER

Na Arena da Baixada, o Athletico-PR voltou a vencer no Brasileirão ao triunfar sobre o Inter por 2 a 1, com gols de David Terans e Vitinho (Edenílson descontou). Com o resultado, o time rubro-negro volta a se aproximar do G-4 - está em quinto, com 23 pontos, um a menos que o Bragantino. Já a equipe gaúcha segue em má fase e vê a situação no Brasileirão se complicar ainda mais após a eliminação da Libertadores: ocupa a 14ª posição, três pontos acima da zona de rebaixamento.

SPORT E CEARÁ EMPATAM SEM GOLS

A partida entre Sport e Ceará acabou num zero a zero sem grandes emoções: os dois times jogaram mal e demonstraram pouca organização ofensiva. Para o time pernambucano, o resultado vale para sair da zona de rebaixamento. Agora o São Paulo é o time que abre o Z-4 do Campeonato Brasileiro.

FICHA TÉCNICA

FLAMENGO 5 x 1 SÃO PAULO

FLAMENGO - Diego Alves; Matheuzinho, Rodrigo Caio, Gustavo Henrique e Filipe Luís (Renê); Willian Arão, Diego (Tiago Maia), Everton Ribeiro (Michael) e Arrascaeta (Vitinho); Bruno Henrique e Gabigol (Pedro). Técnico: Renato Gaúcho.

SÃO PAULO - Tiago Volpi; Arboleda, Miranda e Bruno Alves; Igor Vinícius, Liziero, Rodrigo Nestor (Igor Gomes), Gabriel Sara (Benítez) e Wellington; Vitor Bueno (Rigoni) e Marquinhos (Pablo). Técnico: Hernán Crespo.

GOLS - Arboleda, aos 2min e Bruno Henrique, aos 24min, 27min, 31min, Gustavo Henrique aos 40min e Wellington (contra) aos 46min do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS - Wellington (São Paulo); Rodrigo Caio, Filipe Luís e Willian Arão (Flamengo)

ÁRBITRO - Felipe Fernandes de Lima (MG).

HORÁRIO - 16h.

LOCAL - Estádio Maracanã, no Rio.

Estadão
Publicidade
Publicidade