0

São Paulo ganha da Chapecoense fora de casa e se mantém firme na briga pelo G-4

Bruno Alves, Vitor Bueno e Antony marcaram os gols na boa vitória do tricolor paulista contra o vice-lanterna do Brasileiro

2 nov 2019
23h28
atualizado às 23h28
  • separator
  • 0
  • comentários

Com dois gols no começo da partida, o São Paulo superou a Chapecoense fora de casa, pela 30ª rodada do Campeonato Brasileiro, e se manteve no G-4. A equipe paulista fez 3 a 0, gols de Bruno Alves, Vitor Bueno e Antony, e chegou aos 52 pontos, na quarta posição. Já o time catarinense está na zona de rebaixamento, com apenas 21 pontos na 19ª colocação.

A principal novidade entre os titulares do técnico Fernando Diniz foi o volante Jucilei, que tinha atuado pela última vez em 21 de abril, pelo Campeonato Paulista. Ele foi afastado por Cuca, comandante na época, mas com a chegada de Diniz, acabou sendo reintegrado ao elenco, chamou atenção nos treinos e ganhou nova chance. Jucilei atuou na proteção da zaga e cumpriu bem sua função.

Como precisava mostrar reação no torneio, ainda mais após sofrer uma derrota para o rival Palmeiras na rodada anterior, Diniz também mexeu no ataque da equipe e deu chance para Raniel, barrando Pato e deixando o jogador no banco de reservas.

E logo aos 6 minutos, em uma cobrança de falta de Daniel Alves, o zagueiro Bruno Alves marcou de cabeça, abrindo o marcador. Pouco depois, aos 23, Antony recebeu um lindo lançamento de Daniel Alves e invadiu a área, livre. Na saída do goleiro, tocou para Vitor Bueno, que limpou dois marcadores desesperados e mandou para o gol vazio.

Com a vantagem de dois gols, o São Paulo diminuiu o ritmo e quem passou a pressionar foi a Chapecoense. Eduardo teve boa chance, mas chutou para fora, com perigo. Depois foi a vez do zagueiro Douglas cabecear livre, com estilo, mas Volpi fez um milagre e garantiu a vantagem tricolor antes do intervalo.

Na etapa final, a partida seguiu na mesma toada. A Chapecoense pressionou um pouco e o São Paulo tinha dificuldade para acertar o contra-ataque. Renato chegou a assustar Volpi em um chute de fora da área, mas a bola explodiu no travessão.

Até que aos 34 minutos saiu o terceiro gol que acabou com qualquer pretensão do time da casa. A Chapecoense atacou e Volpi fez uma defesa fantástica em uma cabeçada. No rebote, a bola sobrou para Antony, que partiu para o ataque em velocidade, cortou a jogada para o meio, chutou e marcou um lindo gol.

FICHA TÉCNICA:

CHAPECOENSE 0 x 3 SÃO PAULO

CHAPECOENSE - Tiepo; Eduardo (Elicarlos), Rafael Pereira, Douglas e Bruno Pacheco; Renato, Márcio Araújo, Camilo e Roberto (Vini Locatelli); Everaldo e Dalberto (Arthur Gomes). Técnico: Marquinhos Santos.

SÃO PAULO - Volpi; Dani Alves (Juanfran), Bruno Alves, Arboleda e Reinaldo; Jucilei (Luan), Tchê Tchê e Igor Gomes; Antony, Raniel e Vitor Bueno (Hernanes). Técnico: Fernando Diniz.

GOLS - Bruno Alves, aos 6, e Vitor Bueno, aos 23 minutos do 1º tempo; Antony, aos 34 minutos do 2º tempo.

CARTÕES AMARELOS - Márcio Araújo, Renato, Volpi e Igor Gomes (3º).

ÁRBITRO - Anderson Daronco (Fifa-RS).

PÚBLICO - 9.533 pagantes.

RENDA - R$ 281.510,00.

LOCAL - Arena Condá, em Chapecó (SC).

Estadão
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade